A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/10/2014 18:02

Defesa Civil interdita escola e 1,3 mil podem ficar sem local para votar

Michel Faustino e Renan Nucci
Com interdição, 350 crianças ficarão sem aula e 1,3 mil eleitores poderão ficar sem local de votar. (Foto: Marcos Ermínio)Com interdição, 350 crianças ficarão sem aula e 1,3 mil eleitores poderão ficar sem local de votar. (Foto: Marcos Ermínio)
Estragos serão avaliados pela prefeitura. (Foto: Marcos Ermínio)Estragos serão avaliados pela prefeitura. (Foto: Marcos Ermínio)

Após ser atingida por um raio e ter a estrutura de duas salas comprometidas, a Defesa Civil determinou a interdição da Escola Municipal José Dorileo de Pina, no Jardim Monumento, onde estudam cerca de 350 crianças. Além de deixar as crianças sem aula durante um período indeterminado, o ocorrido pode deixar aproximadamente 1,3 mil eleitores sem local para votar no domingo (26).

Conforme dados do TRE-MS, aproximadamente 1,3 mil eleitores votam na escola José Dorileo de Pina, que faz parte da 53ª Zona Eleitoral de Campo Grande.

Segundo a superintendente de gestão da Semed (Secretaria Municipal de Educação), Fabiana Parron Bergamo, um comunicado será encaminhado ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) relatando o ocorrido. Segundo ela, apenas duas salas ficaram comprometidas.

“Vamos comunicar a Justiça Eleitoral para ver como vai ser. Se vai permanecer como local de votação ou vai haver um remanejamento dos eleitores”, disse.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Campo Grande, Hélio Baher, também está sendo cogitada a possibilidade do “destelhamento” ocorrido na escola ser resultado de uma forte rajada de vento que atingiu a unidade.

Segundo ele, a escola permanecerá interditada e a Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), irá fazer uma avaliação dos estragos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions