A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/02/2011 07:59

Depois de audiência na Justiça, jovem atira contra mãe e tia da ex-esposa

Aline Queiroz

Destino do bebê do casal havia sido decidido na manhã de ontem

As irmãs Nadir Marques, 30 anos, e Nair Medina Marques, 33 anos, foram baleadas às 18h30 de ontem, na Rua Zeca Motta, Jardim Colorado, em Campo Grande. O genro de Nair é suspeito de tentar matar as duas.

Identificado apenas como Luciano, o jovem de 19 anos foi casado com a filha de Nair, que tem 14 anos. Na manhã de ontem, houve uma audiência judicial para acertar detalhes referentes à pensão que Luciano daria à criança.

No início da noite Luciano foi à casa da sogra, onde ela estava com a irmã. A tia da adolescente, que foi casada com Luciano durante um ano e meio, segurava o bebê quando o rapaz chegou.

Segundo a Polícia Civil, Luciano não queria que a sogra levasse o filho de dois meses para Naviraí, cidade distante 366 quilômetros de Campo Grande.

Nair disse ao ex-genro que não poderia deixar a filha em Campo Grande porque ele era violento. Houve uma discussão, Luciano sacou uma arma e começou a atirar.

A tia Nadir, que segurava o bebê, foi baleada nas costas e derrubou a criança. Já a sogra Nair, foi ferida no abdômen, nas costas e nas pernas.

As duas foram encaminhadas para a Santa Casa de Campo Grande. Já Luciano, fugiu.

Equipes da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga fizeram rondas e não conseguiram localizar o suspeito.

Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...
Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...


SE CONTINUAR ASSIM,NOSSO MUNDO ESTÁ PERDIDO.
 
edgar guilherme em 17/02/2011 12:50:30
Esse vagabundo deve ser preso imediatamente...nesse país, a única solução para conter tanta bandidagem é adotar a Pena de Morte!!
 
Jane Oliveira em 17/02/2011 09:57:48
Isso deixa toda população de Campo Grande muito triste.
Que tragédia gente, mas isso não podia acabar bem neh?
O rapaz que é pai do próprio ex-sobrinho atira na tia da ex-esposa e na ex-sogra que também é ex-cunhada por uma banalidade.
 
Paulo Roberto Sampaio Bezerra em 17/02/2011 09:36:27
Pena de morte para esse sujeito. Além de assassino é pedófilo.
 
Jôni Coutinho em 17/02/2011 09:06:44
A violência doméstica tem crescido e as pessoas estão cada vez mais vingativas, é preciso que o Estado crie equipes multidisciplinares para acomapanhar esses casos, de modo que se possa evitar as crises e as vinganças, já que tem sido comum as separações ou divórcios serem com traumas e violência. O filho é responsabilidade ods pais, mas algumas pessoas usam os filhos para vigança, proibindo o ex ou a ex de ter contato com eles. Esse é o grande erro, pois os direitos são iguais perante a lei, a não ser que haja motivos justos para um dos pais não ter contato com filhos, como por exemplo o abuso sexual. Falta Deus no coração.
 
Melo Irmão em 17/02/2011 08:56:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions