A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

10/06/2011 12:45

Detida mulher suspeita de abortar e jogar feto no rio Anhanduí

Aline dos Santos e Paula Vitorino
Feto foi encontrado boiando no rio Anhanduí. (Foto: Simão Nogueira)Feto foi encontrado boiando no rio Anhanduí. (Foto: Simão Nogueira)

A suspeita de ser a mãe do feto encontrado no rio Anhanduí, na última terça-feira, em Campo Grande, recai sobre uma mulher de 43 anos, moradora do Jardim Tijuca.

A polícia chegou até ela por meio de denúncia. Hoje, ela prestou depoimento na 5ª Delegacia de Polícia e foi levada para o IML (Instituto Médico Legal) de Campo Grande. Será coletado material genético da mulher para ser comparado ao do feto. O exame fica pronto em oito dias.

O nome da suposta autora não foi divulgado. A mulher, o filho, a nora e uma enfermeira prestaram depoimento ontem à noite. De acordo com o delegado Fernando Nogueira, a mulher confessou que fez um aborto entre a noite do dia 27 e a madrugada do dia 28 de maio.

Ela utilizou um comprimido com efeito abortivo. Em seguida, teria colocado o feto em usa sacola e jogado no lixo. Ela afirma ter cometido o crime sozinha.

Mas a própria nora, que acompanhava o depoimento, a desmentiu. Conforme o delegado, a mulher contou a nora que teve ajuda de outra pessoa. Existe hipótese de que ela tenha sido auxiliada por uma enfermeira. À polícia, a suspeita afirmou ter feito dois abortos.

Exames apreendidos na casa da mulher confirmam a gravidez. Um deles é datado de fevereiro deste ano. O tempo de gestação do feto ainda não foi determinado.

Análise prévia dos peritos indica que o feto estava entre o 4º e 7º mês. Após denúncia anônima ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), o feto foi encontrado boiando no rio, nas proximidades da avenida Salgado Filho.

A mulher foi detida e deve ser liberada após coleta de material para exame.

Apesar de os indícios apontarem para a mulher, o delegado Fernando Nogueira, explicou que foram exigidos vários exames e que o inquérito não será concluído tão cedo. (informação acrescentada às 20h51)



cada dia que passa as coisa fica mas feia, tanta mulheres que nao pode ter filhos e essa pessoa que se dis mulher, joga um inocente no rio, que mundo e esse
 
Marcos antonio em 13/06/2011 07:15:43
Se nao quer engravida porque nao se previne nos posto dao camisinha assasina tem que paga pelo que fez matar uma criança .
 
marines alexandre ferreira em 10/06/2011 03:30:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions