A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/12/2013 19:04

Dois detentos morreram durante as festas natalinas na Máxima da Capital

Bruno Chaves

Dois detentos do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande morreram entre os dias 24 e 26 de dezembro deste ano. Um foi encontrado enforcado em uma corda e o outro faleceu após receber atendimento médico no Hospital Universitário. As identidades deles não foram divulgadas.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), o interno D.C.S.L, de 20 anos, foi encontrado morto por volta das 6h30 de hoje (26) na cela 5 do pavilhão 1 da penitenciária.

O corpo do detento estava pendurado por uma corda artesanal, amarrada em volta do pescoço e presa a grade da janela. A perícia esteve no local e as circunstâncias da morte são investigadas pela Polícia Civil. Ele estava preso por homicídio.

Já o presidiário M.S.I, de 26 anos, sofria de problemas pulmonares e vinha sendo acompanhado pela equipe médica da unidade prisional.

Com o agravamento do quadro de saúde, o detento foi encaminhado com escolta de emergência ao Hospital Universitário no dia 23, mas acabou morrendo no dia 24 por complicações da doença. Ele estava preso por roubo e tráfico de drogas.

Para a Agepen, as duas mortes são fatos isolados e não têm nenhuma relação.



GRAÇAS A DEUS, MENOS DOIS BANDIDOS...
 
fernanda santos em 28/12/2013 00:15:42
Engraçado como a sociedade e dificil né!!! Leia a noticia Aparecida de Paula acho que não entendeu o conteudo. Lembre-se só Deus pode nós julgar pois todos somos pecadores é bom rever os conceitos.
 
Kamila Valejo em 27/12/2013 10:37:36
Aparecida de Paula, leia a notícia.
 
Suzi dos Santos Araujo em 27/12/2013 08:18:45
as pessoas que autorizaram a saída desses bandidos da prisão deveriam ser responsabilizados pelos atos desses bandidos, não deve ter esse induto.
 
Aparecida de Paula em 27/12/2013 07:16:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions