ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Dom Dimas faz 25 anos com o desafio de reestruturar igreja na Capital

Por Vinícius Squinelo e Mariana Lopes | 03/12/2013 20:29
Celebração ocorreu na noite de hoje (foto: João Garrigó)
Celebração ocorreu na noite de hoje (foto: João Garrigó)

Apontado como o responsável pela reestruturação física e administrativa da Arquidiocese de Campo Grande, o arcebispo da Capital, Dom Dimas Lara Barbosa comemora 25 anos de ordenação sacerdotal. Ele foi homenageado em missa de ação de graças, realizada nesta noite na Paróquia Santo Antônio.

“Dom Dimas chegou em junho de 2011, é um bispo que enxerga muito longe”, elogiou o padre Odair Costa, pároco da Santo Antônio. “Se pensarmos na estrutura, nos espaços da Igreja, gradativamente ele tem feito mudanças para estruturar a arquidiocese, espiritualmente, administrativamente e organizacionalmente”, completou.

O padre é responsável pela missa de ação de graças, que lotou a Paróquia Santo Antônio na noite de hoje, que também homenageia Dom Dimas. Todo o clero da Arquidiocese de Campo Grande, seminaristas, comunidades de vida e leigos acompanharam a missa e as homenagens.

Planos – homenageado do dia, Dom Dimas preferiu dedicar os 25 anos de ordenação a Deus, mas também fez questão de mostrar preocupação com o futuro do rebanho.

“Aprendi a deixar a vida nas mãos de Deus, no que diz respeito a vocação, nada foi planejado e fui feliz em todas as fases”, comenta o arcebispo, acompanhado de Dom Vitório, bispo emérito, e Dom Eduardo pinheiro, bispo auxiliar.

Dom Dimas ainda afirmou estar muito feliz com a data, com a cidade que o acolheu tão bem. Fazendo um balanço, considerou o trabalho à frente da arquidiocese produtivo, mesmo com eventos fora, como encontros da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Para o futuro – O arcebispo ainda relatou que neste final de ano, com a realização de assembleias paroquiais e dos movimentos da Igreja, será confeccionado um plano estrutural para os próximos 4 anos.

“Neste plano o carro-chefe é a setorização das paróquias, e vamos investir mais na formação de padres e leigos”, explicou Dom Dimas.

O arcebispo ainda se mostrou preocupado com os rumos da Igreja e da sociedade. “Hoje o desafio é em relação à família, que atravessa uma crise, e vamos focar nisso”, garantiu.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário