ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Domingo teve 37,2 mm de chuva na Capital e 44 mm no interior de MS

Em 15 dias, choveu mais da metade do esperado para todo mês na Capital

Por Adriano Fernandes | 15/05/2022 18:28
Córrego da Avenida Presidente Ernesto Geisel, durante a chuva deste domingo (15), na Capital. (Foto: Paulo Francis)
Córrego da Avenida Presidente Ernesto Geisel, durante a chuva deste domingo (15), na Capital. (Foto: Paulo Francis)

 O domingo (15) chuvoso na Capital teve precipitação de 37,2 milímetros, no Jardim Panamã. Vila Santa Luzia (36,4 mm), Universitário (34,4 mm) e Carandá Bosque (15,4 mm), completam o ranking das regiões onde mais choveu, hoje na Capital.

Se as precipitações continuarem nesse ritmo, deve chover acima dos 90 milímetros esperados para todo mês de maio, na Capital. Só nos 15 primeiros dias do mês, já choveu 74,2 milímetros, conforme o meteorologista Natálio Abrahão. Ontem na Capital as chuvas causaram estragos em diversos pontos da cidade e deixaram mais de 60 bairros sem energia elétrica.

O dia também teve temporais no interior de Mato Grosso do Sul, por cidades como Corguinho, onde o acumulado foi de 44 milímetros de chuva. Em seguida estão Dois Irmãos do Buriti, com 28,6 milímetros e Ribas do Rio Pardo com 18,8 mm entre as cidades do interior, por onde mais caiu água. Também choveu em Coxim (1,6 mm), Aquidauana (9,1 mm), Maracaju (11,2 mm), Dourados (7,0 mm), Ponta Porã (4,0 mm), Ivinhema (14,6 mm), Bataguassu (14,0mm), Corumbá (16,0 mm) e Três Lagoas (20,4 mm).

Em Miranda, uma das cidades mais afetadas - e onde choveu cerca de 24 mm  ontem -, um posto de combustível teve parte da cobertura destruída, muitas residências foram destelhadas e uma pessoa foi encaminhada ao atendimento de emergência do Hospital Municipal Renato Albuquerque Filho após se ferir por causa da tempestade. Os ventos fortes derrubaram uma árvore que causou obstrução da MS-339, que liga Miranda a Bodoquena.

Nos siga no Google Notícias