A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/11/2012 09:00

Dono de site já havia sofrido outro atentado, há dois meses

Ana Paula Carvalho e Francisco Júnior
Esposa de Fabiano Portilho diz atentado é o segundo em dois meses. (Foto: Simão Nogueira)Esposa de Fabiano Portilho diz atentado é o segundo em dois meses. (Foto: Simão Nogueira)

O atentado desta madrugada esse é o segundo sofrido por Fabiano Portilho Coene, de 34 anos, dono do jornal I9, em pouco tempo. De acordo com a esposa de Portilho, Dária Rodrigues, 38 anos, há aproximadamente dois meses a residência deles foi atingida por tiros. Na época, os autores deixaram um bilhete escrito: “Respeito. Temos família, temos filhos. Se não morre”.

Dária acredita que os atentados contra o marido aconteceram por causa das matérias polêmicas que ele publica no site. O último, segundo ela, pode ter relação com a morte do dono do jornal UH News, Eduardo Carvalho, de 51 anos, assassinado na noite do último dia 21.

Após o assassinato, o dono da revista Boca do Povo News, Benedito de Paula Filho, publicou matéria afirmando que Carvalho e Fabiano eram sócios e que o dono do I9 continuaria o que o colega morto tinha começado.

Atentado – Dária contou ao Campo Grande News que ela, o marido e a filha, de 18 anos, estavam assistindo a um filme, por volta da 01h30, quando ouviram os tiros. Eles foram até a frente da casa e viram que além dos quatro disparos que atingiram uma parede, o portão da casa e o veículo Gol da família, os autores haviam arremessado um coquetel molotov (explosivo caseiro) na varanda.

A Polícia foi até a casa. No local foi encontrado um martelo. De um lado estava escrito “Carvalinho” e um sinal da cruz. Do outro lado do obejto foi escrito “Fabiano batido martelo”.

Após o atentado, o dono do I9 foi levado para um local, onde permanece escondido. Ele teve que ser sedado porque ficou muito abalado.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...


Meu filho é jornalista e eu peço a Deus que ele nao se meta em confusões e nao faça matérias polêmicas. Ele deveria ter feito engenharia ou administração de empresas. A população está sendo muito tolerante com essa situação. O Ministério da Justiça deveria ser acionado para intervir, pois matar e ameaçar jornalistas é o mesmo que ameaçar o estado democrático de direito. Cadê as entidades de classe?
 
Jose Delgado em 29/11/2012 11:25:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions