ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Dupla é presa por furtar fios de comércios na Av. dos Cafezais

Homens foram filmados por câmera de segurança e detidos por moradores da região

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 22/09/2021 09:25
Dupla foi presa em flagrante pela Guarda Civil Metropolitana. (Foto: Divulgação/GCM)
Dupla foi presa em flagrante pela Guarda Civil Metropolitana. (Foto: Divulgação/GCM)

Gabriel Moreira de Souza, de 18 anos, e Hilqueias Silva Barros, de 26, foram presos em flagrante depois de furtarem fios de comércios da Avenida dos Cafezais, na região do Bairro Paulo Coelho Machado e Jardim Canguru, em Campo Grande.

No vídeo abaixo, é possível ver o momento que Hilqueias usa um alicate turquesa para danificar o relógio de energia do comércio e retirar a fiação elétrica. Ele ainda subtraiu caixas de tomadas e soquetes de lâmpadas. Ele saiu do local em uma bicicleta com os produtos furtados dentro da mochila que estava carregando.

Hilqueias foi detido pelo vizinho do estabelecimento, que acionou a GCM (Guarda Civil Metropolitana). Antes disso, ele fugiu correndo e invadiu a casa de uma cabeleireira de 50 anos, na tentativa de escapar da perseguição. "Estávamos sentadas aqui na frente de casa, ele entrou correndo, mas o vizinho pegou e chamou a guarda, que levou ele preso", conta a mulher.

Fiação estava dentro de mochilas que dupla carregava. (Foto: Divulgação/GCM)
Fiação estava dentro de mochilas que dupla carregava. (Foto: Divulgação/GCM)

Minutos depois da prisão de Hilqueias, Gabriel passou em frente ao local e foi identificado pelas testemunhas, ele carregava mais fios que haviam sido furtados de uma pizzaria, também na Av. dos Cafezais. Os dois foram presos por furto qualificado.

Gabriel ainda responde por ameaça, já que durante a prisão, ameaçou a vítima dizendo "marquei sua cara, eu vou armar uma casinha pra você, eu vou voltar aqui". O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário