ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Dupla que matou por dívida de R$ 500 é condenada e penas somam 18 anos

Por Clayton Neves | 19/05/2022 18:49
Igor e Rafael durante julgamento na manhã desta quinta-feira (19). (Foto: Henrique Kawaminami)
Igor e Rafael durante julgamento na manhã desta quinta-feira (19). (Foto: Henrique Kawaminami)

Após horas sentados no banco dos réus, Igor Ferdinando de Almeida e Rafael dos Santos Inzaubralde foram condenados por armar emboscada e matar a tiros Márcio Rogério dos Santos, de 43 anos, executado no Bairro Portal Caiobá, em Campo Grande, no dia 17 de junho de 2020. Somadas, as penas ultrapassam 18 anos de prisão.

Igor passará mais tempo na cadeia. Foi condenado a 12 anos pelo crime de homicídio qualificado e um ano por corrupção de menores, já que pagou a um adolescente para ajudá-lo. Já Rafael, foi absolvido por cooptar o menor de idade e foi condenado por homicídio simples a 5 anos de cadeia. Ele teve o direito de cumprir a pena em regime semiaberto.

Entenda - Igor Ferdinando, Rafael dos Santos e Gabriel Matheus Pires Domingues foram denunciados por homicídio qualificado. Ambos negam o crime. Hoje, apenas os dois primeiros são julgados pela Justiça. Um menor de idade também participou do crime, por isso, os denunciados também respondem por corrupção de menor. Outro envolvido no assassinato não foi identificado até hoje.

Dinâmica do crime - O crime ocorreu na noite de 17 de junho de 2020, no Portal Caiobá, e foi filmado por câmeras de segurança. A vítima, natural do Rio de Janeiro, morava na região há apenas uma semana e voltava para casa quando foi abordado pelos autores do crime. Eram cinco suspeitos. Um deles esperava dentro de um Chevrolet Monza e os outros quadro aguardavam Márcio.

Nas imagens, é possível ver os suspeitos esperando pela vítima. Dois deles ficaram em meio ao matagal às margens da via, e os outros dois encostados no carro. Assim que Márcio vira a esquina, é abordado. Ele é cercado pelos quadro rapazes e levado até o Monza. Em um primeiro momento, tenta fugir, mas é ameaçado com um facão por um dos envolvidos.

A “confusão” continua e os suspeitos insistem para Márcio entrar no veículo, mas ele consegue empurrar um dos homens e corre. Márcio é perseguido por dois dos autores, um deles o mesmo que estava com o facão. O outro saca uma arma e dispara várias vezes. Márcio foi atingido por seis tiros de 9 milímetros.

Nos siga no Google Notícias