ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Eleitor passa cola em teclas de urna, vai embora e é procurado pela polícia

Caso aconteceu na manhã deste domingo, na Faculdade Estácio de Sá, em Campo Grande

Viviane Oliveira e Ana Oshiro | 02/10/2022 09:27
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Juiz eleitoral Luiz Felipe Medeiros Vieira no local onde ocorreu a confusão. (Foto: Ana Oshiro) 
Juiz eleitoral Luiz Felipe Medeiros Vieira no local onde ocorreu a confusão. (Foto: Ana Oshiro)

Eleitor identificado apenas como Gabriel, de 22 anos, está sendo procurado por passar supercola nas teclas de uma urna eletrônica da seção eleitoral 582. O caso aconteceu na manhã deste domingo (2), na Faculdade Estácio de Sá, na Rua Venâncio Borges do Nascimento, no Jardim TV Morena, em Campo Grande. O aparelho teve de ser substituído pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral).

Conforme a presidente da seção, que pediu para não ser identificada, o rapaz chegou vestido com casaco de cor bege com capuz e máscara contra a covid-19. A mesária, então, pediu para o jovem tirar o acessório para ser identificado. Na sequência, o rapaz foi para a urna votar. Ele foi visto colocando a mão no bolso, mas logo saiu da sala.

Quando o próximo eleitor foi votar, encontrou o equipamento danificado pela supercola, nenhuma tecla funcionava. Os mesários foram acionados e chamaram a PM (Polícia Militar) e a PF (Polícia Federal). Ainda não há informação se o rapaz foi preso. Os policiais seguiam para a casa dele. Assista, abaixo, vídeo que mostra a movimentação da PM e a fila grande que ser formou na seção.


De acordo com o juiz eleitoral Luiz Felipe Medeiros Vieira, a urna foi substituída cerca de 30 minutos depois e a votação continuou. Em razão do ocorrido, uma fila grande se formou na seção. O equipamento danificado foi apreendido. Como se trata de crime eleitoral, a investigação vai ficar por conta da Polícia Federal. Não foi informado para qual delegacia o rapaz foi levado.

Em Mato Grosso do Sul, o TRE-MS precisou substituir 10 urnas eletrônicas e fazer ajustes em outras 13, que tiveram problemas com papel, bobina e reinicialização. No boletim divulgado pelo tribunal, constam os problemas ocorridos até 9h.

No Estado, foram preparadas 8.088 mil urnas, destas 6.912 de votação e 1.176 contingência, ou seja, urnas habilitadas para substituir aquelas que apresentarem defeitos durante a votação. Na capital o número de urnas disponíveis é de 2.209 de votação e 207 de contingência, totalizando 2.416 urnas eletrônicas.

Nos siga no Google Notícias