A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

23/06/2019 17:00

Em briga por causa de dívidas, pai atira em filho e mãe denuncia ameaças

Dívida no nome da vítima se aproxima dos R$ 2 milhões

Kerolyn Araújo
Marcas de sangue na casa onde o rapaz foi baleado pelo pai (Foto: Direto das Ruas)Marcas de sangue na casa onde o rapaz foi baleado pelo pai (Foto: Direto das Ruas)

Um jovem de 28 anos foi baleado no peito pelo próprio pai na tarde desse sábado (22) em uma casa na Rua das Garças, na região central de Campo Grande. O suspeito, identificado como Eder Lincoln Gonçalves da Cunha, 54 anos, fugiu após a tentativa de homicídio.

Ao Campo Grande News, a mãe da vítima, Alessandra Ferreira, 44 anos, disse que o motivo da briga entre pai e filho são dívidas que somam quase R$ 2 milhões. Ela relatou que a vítima mora com o pai desde os 10 anos e quando completou 18 anos, Eder começou a usar o nome dele para realizar compras e empréstimos, sendo um deles falsificando a assinatura do filho. 

Ainda segundo narrou a mãe, há um ano, o filho, que está no último ano do curso de Arquitetura e Urbanismo, começou a cobrar o pai, pedindo que ele assumisse as dívidas. Desde então, a situação entre os dois piorou e, diante de ameaças do pai, o rapaz desenvolveu síndrome do pânico e depressão. Devido aos problemas de saúde, ele chegou a ser internado em uma clínica psiquiátrica. 

No dia 2 de junho, o pai internou o filho na Clínica Nosso Lar, ainda segundo mãe, a força. “O pai dele forjou com um médico a internação. Uma pessoa ligou no hospital e se passou por mim”, disse.

Alessandra conta que veio de São Paulo a Campo Grande para tirar o filho da clínica, mas o médico não queria dar alta. “O Eder proibiu o médico de dar alta. Meu filho estava nervoso, alterado, mas não era motivo de internação”.

Assim que Alessandra tirou o rapaz do hospital, o homem teria feito ameaças contra mãe e filho. Ela procurou a Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher) e registrou boletim de ocorrência contra Eder.

Eder é apontado como autor de tentativa de homicídio contra o filho (Foto: Direto das Ruas)Eder é apontado como autor de tentativa de homicídio contra o filho (Foto: Direto das Ruas)

Atentado - Conforme Alessandra, a casa onde o filho morava com o pai está no nome do jovem, mas ele foi proibido de entrar no local por Eder. “Ele chegou a dizer que meu filho sairia da casa com tiroz”, conta.

Segundo a mãe, o filho pediu que o pai saísse da casa, já que intenção era alugar o imóvel para ter uma renda. Na tarde de ontem, o rapaz foi até o local e, ao entrar no residência, foi atingido por um tiro acima do coração. O pai, autor do disparo, deixou o filho trancado dentro da casa e fugiu do local com um segurança após o crime, também de acordo com o relato de Alessandra à reportagem.

Mesmo ferido, o jovem quebrou o vidro da porta para pedir socorro. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para Santa Casa, onde permaneceu até a manhã deste domingo (23). Ele continua o tratamento médico em um hospital particular da cidade, diz a mãe.

Segundo Alessandra, com o suspeito foragido desde a tentativa de homicídio, a família teme que ele retorne e tente matar a vítima. “Meu filho está totalmente abalado e perturbado. Eu também estou sendo ameaçada e vou buscar uma nova medida protetiva”, disse.

O Campo Grande News esteve na manhã deste domingo na casa onde ocorreu a tentativa de homicídio, mas Eder não foi encontrado pela equipe de reportagem.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions