ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Em cruzamento, carro invade casa e motorista fica ferida

O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (24) no cruzamento das ruas Nioaque com a Betânia

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 24/02/2021 08:14
Carro foi parar no quintal de casa, localizada no cruzamento das vias (Foto: Henrique Kawaminami)
Carro foi parar no quintal de casa, localizada no cruzamento das vias (Foto: Henrique Kawaminami)

Acidente entre caminhonete Toyota Hilux e Chevrolet Prisma acabou em prejuízo para uma dona de casa de 53 anos, que teve parte do muro destruído pelo veículo de passeio. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (24) no cruzamento das ruas Nioaque com a Betânia, na Vila Santo Amaro, em Campo Grande.

Conforme apurado pela reportagem, o condutor da Hilux, Hideo Saito, 76 anos, seguia pela Rua Nioaque, quando colidiu no carro de uma  estudante de 22 anos, que trafegava na preferencial. Por causa da batida, o Prisma acabou colidindo contra o muro de uma casa localizada no cruzamento. O airbag foi acionado, mas mesmo assim a jovem sofreu ferimentos.

O motorista da caminhonete reconheceu que furou o sinal de Pare. “Eu vinha descendo e só continuei porque não vi o carro dela. Sei que é Pare para mim. Passo aqui todos os dias. Estou acostumado a fazer esse caminho e não prestei atenção”, lamentou. Hideo não ficou ferido. A mulher foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Militar com suspeita de contusão torácica.

Lateral de caminhonete envolvida no acidente ficou danificada (Foto: Henrique Kawaminami)
Lateral de caminhonete envolvida no acidente ficou danificada (Foto: Henrique Kawaminami)

A dona da casa, Maria Zilda de Oliveira Vieira Rocha, 53 anos,  que teve parte do muro destruído no acidente, contou que fazia comida para as filhas levarem para o trabalho, quando escutou um barulho “como se algo um latão tivesse rodando”. Quando saiu para saber o que havia acontecido, se deparou com o carro no quintal dela. “Caiu uma barra de ferro no carro da moça. Ela ficou muito nervosa. Ficamos conversando com ela até a chegada dos bombeiros”, disse Maria Zilda.

A proprietária da residência disse que vai esperar a polícia terminar a ocorrência para depois conversar sobre o prejuízo com o motorista da caminhonete. Além do Corpo de Bombeiros, policiais do BPMTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) atenderam a ocorrência.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário