ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Em dia de saldão, lojas medem temperatura de clientes e têm álcool em gel

Por volta das 8h, ainda eram poucos os clientes que se arriscaram a sair em busca de produtos mais baratos

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 27/11/2020 08:08
Funcionando com ácool em gel e medidor de tempeatura nas mãos  (Foto: Marcos Maluf)
Funcionando com ácool em gel e medidor de tempeatura nas mãos (Foto: Marcos Maluf)

Em dia de Black Friday, as lojas estão medindo a temperatura dos clientes e com totens de álcool em gel na porta. Sem as famosas filas quilométricas, o saldão que sempre fez muito sucesso começou com movimento fraco em frente dos principais estabelecimentos comerciais do Centro de Campo Grande.

Por volta das 8h, ainda eram poucos os clientes que se arriscaram a sair em busca de produtos mais baratos. Apesar de ter decepcionado com os preços, a técnica de enfermagem Ana Márcia Souza da Silva, 36 anos, elogiou as medidas de segurança adotadas pelas lojas. “Tem distanciamento na fila com marcações no chão, tem álcool em gel e aferição de temperatura. Todo mundo de máscaras e os funcionários se cuidando”, disse.

Mulher ajeita máscara de homem antes de entrar na loja (Foto: Marcos Maluf)
Mulher ajeita máscara de homem antes de entrar na loja (Foto: Marcos Maluf)

Moradora do Santa Amaro, a dona de casa Maria da Conceição, 42 anos, chegou às 6h no Centro. Ela não foi atrás de nada específico, só iria comprar se algum produto estivesse com preço bom. “Pelo o que vi até agora, os valores não estão com muita diferença de datas anteriores. Estávamos olhando o preço do tablet e está mais caro. Não compensa comprar. O saldão do ano passado foi bem melhor”, contou.

Maria levou para a casa apenas biscoitos e produtos de higiene pessoal. “Black Friday sem balinha não é Black Friday. As crianças gostam, fazem a festa”, brincou. Sobre as medidas de biossegurança, Maria disse que cada um cuida de si. “Não tem jeito. A gente tenta fazer o que pode”.

Totens de álcool em gel (Foto: Marcos Maluf)
Totens de álcool em gel (Foto: Marcos Maluf)

Com expectativa de vender 30% a mais que no ano passado, a gerente da loja do Magazine Luiza, Josiane Emilio, 34 anos, disse que os descontos vão de 10% a 80%, mas ressaltou que a maior preocupação da empresa é com a saúde dos clientes e dos colaboradores. “Estamos aferindo a temperatura na entrada. As filas estão marcadas para que o distanciamento seja respeitado”, afirmou.

Segundo a gerente, há também limitação de 50 pessoas por vez. “Uma colaboradora ficará o tempo todo higienizando os produtos, principalmente os da oferta. Se o cliente não vier de máscara, temos o equipamento para oferecer. Também temos totens de álcool em todos os setores e na entrada”.

Funcionários com máscaras se prepando para abrir a loja (Foto: Marcos Maluf)
Funcionários com máscaras se prepando para abrir a loja (Foto: Marcos Maluf)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário