ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Em espera sem fim, macacos do Cras só podem ser soltos depois de completar bando

Mesmo recuperados após serem capturados famintos em áreas urbanas, o processo de volta à natureza é complicado

Por Marcos Rivany | 19/09/2020 09:00

Espera sem previsão. É assim que sete macacos-prego aguardam o dia de voltar à natureza. Por enquanto, seguem hospedados no Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres). Para sobreviver, eles precisam reunir um bando e não existe um prazo para isso acontecer.

Um foi apreendido e os outros 6 foram capturados em áreas urbanas de Mato Grosso do Sul, um problema em decorrência do desmatamento e pelo erro de oferecer comida a animais silvestres.

O grupo está entre os cerca de 250 animais atendido pelo Cras. Todos eles aguardam a tão sonhada liberdade, mas uma boa parte não vai conseguir voltar ao habitat natural e serão encaminhados a instituições e projetos parceiros.

No caso dos macacos, o jeito é esperar pelos amigos. Veja:


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário