A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/11/2011 09:33

Em júri, mãe de Rogerinho será testemunha de acusação contra jornalista

Aline dos Santos e Nadyenka Castro

O destino de Agnaldo será decidido por quatro mulheres e três homens

Agnaldo já está sentado no banco dos réus. (Foto: João Garrigó)Agnaldo já está sentado no banco dos réus. (Foto: João Garrigó)

A mãe de Rogerinho, Ariana Pedra, será testemunha de acusação contra o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, que matou o menino de dois anos em uma briga de trânsito. O crime foi em 18 de novembro de 2009, em Campo Grande.

O destino do jornalista, de 61 anos, será decidido por quatro mulheres e três homens. Serão ouvidas duas testemunhas.

Na acusação, estão o promotor Fernando Martins Zaupa e o advogado Ricardo Trad. A defesa de Agnaldo é feita pelo advogado Valdir Custódio. O jornalista, preso desde setembro do ano passado, já está sentado no banco dos réus. A escolta é feita por onze policiais militares: três no plenário e oito no saguão.

Briga - Durante a discussão com o tio do menino, Aldemir Pedra Neto, o jornalista efetuou quatro disparos, atingindo João Alfredo Pedra (avô de Rogerinho) e o menino, que foi baleado no pescoço, não resistiu ao ferimento. A família estava em uma caminhonete L-200 e o jornalista em um Fox.

Agnaldo chegou a ficar 80 dias preso. Depois, teve nova prisão decretada, sob a alegação de que forjou uma separação para escapar da ação que cobra indenização de R$ 1,3 milhão.

Mesmo sem ter sido preso, ele obteve habeas corpus no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). No ano passado, a prisão preventiva foi decretada porque o jornalista não foi encontrado no endereço informado à justiça. Ele havia se mudado para Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Jornalista que matou Rogerinho, de 2 anos, será julgado nesta terça-feira
Acusado de matar um menino de 2 anos em uma briga de trânsito, o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves irá a juri popular nesta terça-feira, a partir...
TJ nega mais um recurso de Agnaldo contra júri pela morte de Rogerinho
Foi rejeitado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul o recurso especial que a defesa do jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, de 61 anos, im...


Já pensou se em qualquer briga de transito as pessoas sacavam revolver e fizessem isso!!!!!
a cidade se transformava em faroeste!!!!!!!
ele tem que pagar pelo que fez, ninguem atira sem intensão de matar.
 
selma cristina de melo cordeiro em 29/11/2011 12:27:28
Se houvesse uma fiscalização decente no transito, se houvesse uma ação inteligente entre os que deveriam promover a qualidade no transito dessa cidade, não haveriam tantos animais no transito, assim, não seria essa terra sem lei, onde quem manda é o fazendeiro, a caminhonete o filho de família rica que pega carro...

O transito daqui é bizarro e burro. Falta engenheiro de transito com preparo
 
Fabiano pontes em 29/11/2011 12:08:01
Como disse o Sr Roberto Inzagaki, realmente o tio do Rogérinho não é nenhum santo, já aprontou algumas por aqui e em Jardim também, sempre envolvido em confusões e infelizmente o garoto acabou pagando pelo tio se achar valentão.
 
Antonio Carlos Azuaga em 29/11/2011 12:02:46
sinto muito pela morte desse nenenzinho um anjinho que se foi...com certeza o sr jornalista será condenado, mas que seja uma pena justa sem clamor público, o sr jornalista sempre foi uma pessoa do bem , que em um momento tão insano cometeu esta besteira , que já lhe custou a vida...podem ter certeza que ele não vive mais juntamente com sua família ele apenas sobrevive.
 
maria flor em 29/11/2011 11:45:24
Justiça há de ser feita, mas o valente do mal educado tio do Rogérinho (que Deus o tenha) também deve puxar uma cana, se isto não ocorrer na justiça dos homens certamente estará puxando com Deus, mas há de viver, muito tempo antes do acerto com o Supremo, para refletir muito, sentir muito remorso, e acordar todos os dias lembrando da ignorância praticada, e do resultado.
 
Milton Silva em 29/11/2011 11:43:31
vamos ser justos, o jornalista tem sim sua culpa , mas o tio do garoto e tão culpado quanto, não foi a primeira vez que o tio teve envolvimento em briga, e perai ele desceu do carro bateu no jornalista por causa de uma fechada!!...ele tbém deveria esta sendo julgado hoje nesse plenário.
 
maria flor em 29/11/2011 11:39:30
Não há possibilidade de indiciar o tio do garoto. O julgamento é pelo crime de homícidio, onde o tiro partiu da arma do jornalista.
 
Antonio Carlos Azuaga em 29/11/2011 11:37:55
A família do Rogerinho tem que parar com o sensacionalismo e começar a responsabilizar o TIO Também, aquela idéia do outdoor foi muito infeliz, essa tragédia só ocorreu porque o TIO que é um notório encrenqueiro em jardim e já aprontou algumas por aqui também, nunca teve limites, ele já estava com a carteira suspensa por outras infrações ele começou a briga ele agrediu e chutou o carro do Agnaldo
 
Roberto Inzagaki em 29/11/2011 11:33:12
É lamentavel a situação onde duas pessoas conseguem destruir os sonhos e planos de uma familia por motivos banais.Brucutú nele!
 
EDNA GOMES em 29/11/2011 11:32:14
Vale lembrar que o julgamento é referente a morte de uma criança! Quando vejo a foto deste menino sorridente, me dói o coração, NADA JUSTIFICA matar um anjo. Espero que isto sirva como exemplo para TODOS os nervosinhos do trânsito de CG que está cada vez pior. Todos os dias eu vejo algum SEM educação ou mesmo os nervosinhos buzinando e se xingando. Independente dos envolvidos, justiça seja feita!
 
Jackeline Prado em 29/11/2011 11:31:04
Todos sabemos que o tio foi o causador de tudo, é como se ele mesmo tivesse puxado o gatilho. Mas não se pode negar que, atirar em um veículo onde havia crianças e um idoso, é insanidade e covardia. Mesmo com a maior raiva do mundo, sempre se respeitou a família de quem quer que seja. Até os maiores criminosos fazem isso. O autor do crime se mostrou, desequilibrado e egoísta, só pensou nele.
 
Gilberto Ozuna em 29/11/2011 11:15:11
Gostaria de ver o tio, junto com o jornalista ai sim a justiça sera feita.
 
luiz carlos em 29/11/2011 11:11:24
Nada justifica mandar tiros sem ter mira de onde acertar, e por isso uma vida rescém começando deixou de existir,se não tem controle sobre seu sistema nervoso,deixe sua arma para os policiais usarem,e para esse tio tbm nervoso que não pensou no exemplo q estava dando ,bem se dizia que boca fechada não entra mosca,muitas veses o calado ganha a questão agóra que a justiça seja feita.
 
Lucas da Silva em 29/11/2011 11:10:50
O Tio contibuiu e muito para o evento e deve ser responsabilizado.
 
Eriko Santos em 29/11/2011 11:10:20
Concordo com o Edivaldo Andre ( comentario) o tio é tão culpado quanto o Jornalista, ele tb merece punição!!! Justiça pra ele tb..
 
Janaina Brito em 29/11/2011 11:01:19
com certeza ele sera condenado, mas o valentão do tio do garoto podera ter algum tipo de condenação?
 
Jonecir pereira em 29/11/2011 10:39:36
Ta certo que foi uma tragédia, agora a mãe do Rogerinho ta fazendo uma cena da pega, vive na balada, e depois vem falar que ta arrasada e blá blá blá...
Essa tragédia só aconteceu por causa de 2 pessoas IGUALMENTE culpadas:
1- O tio playboy encrenqueiro.
2- O jornalista imprudente.
O pior cego é aquele que não quer ver.
 
Carlos Moura em 29/11/2011 10:33:10
Também deveria estar sentado no banco de réu, esse tio do Rogerinho, pois não é nenhum santo, e ninguem briga, nem discute sozinho. Ele é tão culpado da morte do sobrinho, quanto o jornalista.
 
Geraldo Correa Pirondi em 29/11/2011 10:31:43
Perfeito, que a justiça seja feita.
Mas para que isso ocorra, seria bom que ela (a justiça) não fosse tão cega quanto a participação do tio desencadeando TUDO.
Infelizmente, não dá para se calar diante disso.
 
Madalena Sortioli em 29/11/2011 10:07:34
E o tio do garoto não vai ser processado? se envolveu na confusão e agora é o mocinho, tem que pagar tb.....
 
Edivaldo André em 29/11/2011 09:47:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions