A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/11/2011 16:04

Às vésperas do júri popular, outdoor e panfletos pedem justiça no caso Rogerinho

Viviane Oliveira e Nadyenka Castro

O objetivo da família é sensibilizar para que todos estejam presentes no dia do julgamento

No total são dez outdoor espalhados na área central e nos bairros. (Foto: Simão Nogueira)No total são dez outdoor espalhados na área central e nos bairros. (Foto: Simão Nogueira)

“É uma dor muito grande, não tem nada que vai reparar isso”. A frase é de Adriana Mendonça Pedra, avó de Rogerinho, morto com um tiro no pescoço durante uma discussão de trânsito no dia 18 de novembro de 2009, em Campo Grande. A família mandou fazer dez outdoors e panfletos pedindo o apoio da população para o júri popular no dia 29.

O objetivo da família é sensibilizar para que todos estejam presentes no dia do julgamento. Para ela o que aconteceu foi um crime bárbaro e não pode ficar impune. “Eu não admito que uma morte brutal por causa de uma discussão de trânsito caia no esquecimento”, afirma.

Segundo a avó, não está sendo fácil para a família às vésperas do julgamento. “Hoje a minha neta de sete anos chorou e pediu para que trouxesse Rogerinho de volta”. Segundo Adriana, a irmã já passou e voltou a fazer tratamento psicológico por causa da morte do irmão.

A partir de quarta-feira (16), Adriana também começa ir às faculdades entregar panfletos para divulgar o dia. “Colocamos outdoors espalhados na área central e nos bairros e agora vou a todas as faculdades para entregar panfletos convidando os acadêmicos para estarem presentes no dia do julgamento”, finaliza a avó.

Júri popular - Vai a julgamento no dia 29 deste mês o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, que matou Rogério Mendonça de dois anos, no dia 18 de novembro de 2009, durante uma briga de trânsito.

O julgamento está marcado para começar às 8 horas e será presidido pelo juiz Alexandre Ito, da 1ª Vara do Tribunal do Júri. Agnaldo está preso desde 9 de setembro do ano passado.

A briga de trânsito aconteceu no cruzamento das avenidas Mato Grosso e Ernesto Geisel e resultou na morte de Rogério Pedra Neto, que foi atingido por um tiro no pescoço, levado para atendimento médico, mas, não resistiu.

Durante a discussão com o tio do menino, Aldemir Pedra Neto, o jornalista efetuou quatro disparos, atingindo João Alfredo Pedra (avô de Rogerinho) e o menino. A família estava em uma caminhonete L-200 e o jornalista em um Fox.

O jornalista ficou primeiramente 80 dias preso. Depois desse período conseguiu liberdade. Mas, teve nova prisão decretada, sob a alegação de que forjou uma separação para escapar da ação que cobra indenização de R$ 1,3 milhão.

Mesmo sem ter sido preso, Agnaldo obteve habeas corpus no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). No ano passado, a prisão preventiva foi decretada porque o jornalista não foi encontrado no endereço informado à justiça. Ele havia se mudado para Praia Grande, no litoral de São Paulo.

TJ nega mais um recurso de Agnaldo contra júri pela morte de Rogerinho
Foi rejeitado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul o recurso especial que a defesa do jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, de 61 anos, im...
Jornalista que matou em briga de trânsito tenta novamente liberdade
Mais um pedido foi feito à JustiçaPreso desde setembro do ano passado, o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 61 anos, tenta mais uma vez sair da ...
TJ mantém decisão que levou Agnaldo a júri pela morte de Rogerinho
Foi mantida nesta tarde pela 2ª Turma Criminal do TJ a decisão que mandou a júri popular o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 61 anos, que matou ...
Decisão sobre júri popular do caso Rogerinho é adiada para 14 de março
A decisão da justiça pela manutenção da sentença que leva o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves a júri popular só deve ser concluída no dia 14 de m...


Sensacionalismo absurdo por parte da família de Rogerinho, pq não fazem um outdoor pro tio também? `` Jovens parem de ser tão idiotas e agressivos, que sua atitude pode ocasionar a morte de uma criança `` e bota a foto do boçal do tio, o que um jovem tem na cabeça ao agredir um senhor de idade no meio do transito, ainda mais na frente de crianças, que belo exemplo heim.
 
Roberto Inzagaki em 29/11/2011 11:39:21
Só digo uma coisa queria que vcs estivessem na pele dessa familia!vamos ver se vcs iram pensar em justificar oq é injustificavel!
só perdendo um filhinho para ver..só perdendo um anjo doce para ver!
a vcs nao devem ter capacidade para gerar um anjo!
 
Amanda couto em 15/11/2011 10:20:36
Quero que esse assassino apodreça na cadeia.isso é o que ele merece!!
O que ele fez com essa familia não tem perdão!Então pessoal pense bem antes de postar um absurdo desses!Vocês prestaram conta com Deus, de tentar justificar o que esse velho fez!o que ele fez não tem justificativa!
E se fosse com um de seus filhos! Espero que nenhum de seus filhos morram de forma trágica e por um banalidade!
 
Lorenn Ogeda em 15/11/2011 10:12:10
Vocês não sabem o que estão falando.Lamento por um pensamento desses!com certeza é familiares desse Assassino!
 
Lorenn Ogeda em 15/11/2011 10:05:57
É lógico que este jornalista é culpado pelo que fez e deve pagar , mas ninguém fala da responsabilidade que o tio do Rógerinho tem neste caso ........ Pois ele é o maior culpado , que desceu do carro , agrediu o jornailsta , e nem pensou por um segundo nas pessoas que estavam com ele !!!! Garoto mimado e brigão , irresponsavel !!!!!
 
Antonio Martins em 14/11/2011 11:40:14
CONCORDO QUE O JORNALISTA SEJA JULGADO,,,,,,
MAS E O TIO DO MENINO,,,TBM TEM QUE SER RESPONSABILIZADO
AFINAL ELE TBM ESTAVA ENVOLVIDO NA BRIGA,,,,,,,,,
QUERENDO OU NAO ELE TBM É CULPADO,,AGORA A FAMILIA RICA E A IMPRENSA QUEREM DE TODA FORMA INOCENTAR O TIO DELE,
QUE EU ACHO Q TBM DEVERIA SER INDICIADO,,AFINAL ,
ELE JA TINHA SE ENVOLVIDO EM PROBLEMAS DE TRANSITO ANTES
 
paulo lauri em 14/11/2011 11:18:26
Indiguinante essa nossa justiça, deixa um "civil" cometer todo esse crime e deixar o cara sair do estado....?!?
Sei muito bem como funciona isso, se não tiver "DINDIM" Juíz nenhum deixa essa brecha.... Tá vendo aí essa idiguinação....
 
guilheme melo em 14/11/2011 10:47:49
É importante não fechar os olhos para os efeitos que um comportamento grotesco e violento no trânsito pode ocasionar.
NADA justifica a ação do jornalista, mas A CAUSA UNICIAL de toda essa tragédia foi a selvageria não exatamente de quem se busca a condenação.
É justo que o jornalista seja punido. Mas que o causador inicial (tio) também.
Um pouco mais de tolerância e Rogerinho estaria aqui.
 
Luciana Moura. em 14/11/2011 10:42:34
Ele precisa servir de exemplo para a sociedade... é revoltante pensar que um homem que ATIRA em outro, ainda mais por motivo banal, fique solto. JUSTIÇA POR FAVOR.
 
Thales Belchior Protásio em 14/11/2011 10:41:26
nao consigo entender tanto odio com sr agnaldo a ponto de tirar avida de uma criança q nem se quer aprendeu a falar direito e vem esse maluco e tira a vida do rogerinho. eu tenho filhos e eu como voces pai sinto a mesma dor nao deixe esfriar ele tem q ficar atras das grades por no minimo 16 anos e ainda e pouco forças familia pedra. abraços.
 
sebastiao vieira de arruda em 14/11/2011 10:27:28
Tem que ter justiça sim neste caso absurdo! Só que o tio do menino Aldemir Pedra Neto tem que levar um corretivo também, a criança não teve culpa de nada e levou a pior, o dois valentões tem que ser punidos.
 
Jorge Fernandes em 14/11/2011 09:57:49
lugar de assassinos do transito e na cadeia, igual o empresario que matou a arquiteta, esta la ate hoje, a populaçao tem que enchegar urgente esses, assassinos do transito, que vem acontecendo tds dias. queria ver se fosse c/filho desse mp que deu a lierdade p/esse assassino

 
ester reis em 14/11/2011 04:40:12
E o valentão do tio?
Será que se esquecem que ele estava proibido de dirigir? Se ele fizesse o que era devido, nada disso teria acontecido.
Lamentável o garoto ter morrido, agora a família ficar botando banca contra o sujeito que atirou, é mais lamentável ainda!!!!
Pena que o advogado da família, que quer justiça, não pediu punição para o "querido tio".
Espero que o júri absolva o réu!
 
Pablo da Silva em 14/11/2011 04:21:11
Ao que me consta o tio desta criança também não é nenhum "santinho"!!!Não que justifique a atitude do jornalista.
Mas se o tio fosse um cidadão de bem como estão "pintando" por aí, não se envolveria em uma discussão banal de trânsito e não teria seu nome envolvido em tantos delitos.
 
Ana Miranda em 14/11/2011 04:08:30
A justiça teria que, ter proibido isso, pois a família esta levando pra o lado emocional dos jurados este julgamento, ambos tem culpa neste hepisódio portanto ambos devem ser punidos.
 
Felipe Salinas em 14/11/2011 04:06:46
O tio do garoto poderia até estar errado. Mas nada, ABSOLUTAMENTE nada justfica tirar a vida de uma criança, de um ANJO... O tio do garoto pode até ser encrenqueiro, porém, o que um "cidadão de bem" faz armado? E se queria matar pq não atirou no tio do garoto... Agora sai como um descontrolado atirando para todos os lados e tira a vida de uma criança...Tem que ser PRESO!!!!
 
TAYANE RIOS em 14/11/2011 04:06:37
Não fosse o garotão estar dirigindo (sem CNH), não fosse a parada no semáforo (por ficar brincando com criança no carro), não fosse ser valentão e descer do carro para agredir a outra pessoa, não fosse ainda seguir o carro do jornalista batendo boca com o mesmo, não fosse a irresponsabilidade tamanha desse tio abominável, NADA DISSO TERIA ACONTECIDO.
 
Jorge Oliveira em 14/11/2011 04:03:16
O Jornalista tem que ser punido. Mas o Tio do menino tbem. Será que ele aprendeu a lição. Ou esta nas ruas ofendendo os outros tbem.Olha é so dor uma volta na cidade voce ve esses caras de caminhonete, nao respeitam ninguem vai entrando na frente da gente nao da sinal, justiça seja feita, mas para ambos os lados.................
 
thiago souza em 14/11/2011 03:50:11
É lamentável ver estas apelações da familia do garoto em pedir punição ao jornalista e fechar os olhos para o crime que este pit boy (tio) cometeu dirigindo com a CNH suspensa e provocando um cidadão no trânsito. Que este julgamento sirva de exemplo sim, más que os promotores acusem e punam também e principalmente aquele que foi o principal protagonista desta tragedia.
 
MARCO COSTA em 14/11/2011 01:59:52
Nossa sociedade e engraçada..acho muito interresante colocarem outdoor pela cidade,
o que o sr. Agnaldo fez não se justifica, mais se o Tio não o tivesse insitado o sr.Agnaldo no transito,afinal nossa falta de educação no transito,de um rapaz de 20 poucos contra um sr. de 60, acho que a justiça teria que ser feita nas duas partes neste juri deveria estar os dois sr Agnaldo e o Tio do Rogerinho..
 
Pedro Cardoso em 14/11/2011 01:36:41
O jornalista pode ser culpado, mais pra mim o tio foi muito mais negligente arrumando briga no transito e sobrou para o sobrinho, isso é tipico de brasileiro, olhar só o rabo do vinho!....
esse tio ate aonde eu ouvi falar já é reincidente,no transito, arrumando briga,, e fazendo cavalo pau, até que um dia a casa cai..
 
Nilza Vieira em 14/11/2011 01:14:09
Infelizmente nossa justiça é muito morosa, e esta demora em julgar acaba criando uma sensação de impunidade.Queremos mais agilidade do judiciário e que a justiça seja distribuída com isonomia para todos os casos, e que culpados sejam julgados e exemplarmente punidos. No caso Brunão por exemplo o assassino está em liberdade aguardando o julgamento de um recurso no TJ/MS. Até quando vamos esperar??
 
João Márcio Escobar em 13/11/2011 10:24:37
em um local de grande fluxo, como para quem DE FATO matou esse garoto(seu tio Pit Boy).
É sabido por todos, que esse tio é muito PROBLEMÁTICO...gosta de confusão, quem BATE apanha, mesmo que a surra venha da VIDA como lição.
O juri, têm que observar a vida PREGRESSA dos envolvidos nesse caso. O Sr de 61 anos e o tio jovem(20/30 e poucos anos).
Justiça é ser JUSTA, em ambos os lados.
 
neyde de oliveira em 13/11/2011 10:07:18
"Eu NÃO admito, que uma pessoa com CNH suspensa continue dirigindo. NÃO admito que um MOLEQUE...AGROBOY, empurre um Sr. de 60 e poucos ano, nem chute seu carro. NÃO admito, que um desequilibrado com crianças abordo, arrume confusão no trânsito.NÃO admito COVARDIA...praticada no asfalto, nem nas noites de C.Gde.
Gostaria de ver realmente JUSTIÇA, nesse caso em ambas as partes. Tanto para quem puxou
 
neyde de oliveira em 13/11/2011 09:59:29
espero q esse camarada seja condenado por pelo menos uns 15anos e tenho + q certeza q a população vai apoiar isso, e q ele fique pelo menos uns 7 na tranca pelo crime q fez, comendo a marmita do presidio e tomando agua tornerol....
 
marquito ferreira em 13/11/2011 09:59:20
E quando vai a júri popular o tio da criança?
 
Antonio Quebrado em 13/11/2011 07:20:24
ee jornalista vc tem pagar o crime vc cometeu matou um anjo . familia do rogerinho estou oraçao por vcs comfia em Deus ,Deus e amor , mas tambem justiça ,esse cara tem pagar esse criminoso esta solto na rua risco pra sociedade
 
marcio silveira flores em 13/11/2011 07:12:20
A própria bíblia diz não provocais a ira do próximo, pois não conhecemos o próximo e não sabemos do que ele é capaz, só que infelizmente isso não acontece na realidade de nossas vidas.
 
fernanda de castro em 13/11/2011 05:32:15
A população tem que analisar muito isso, pois esta família esta usando o poder financeiro para acusar o jornalista. O jornalista não atirou no menino foi fatalidade. Temos que analisar todos os fatos se o rapaz filho do pecuarista tivesse respeito e educação com os mais velhos ou seja ao próximo, independente de idade quem sabe isso não aconteceria isso foi falta do pai educar seu filho.
 
fernanda de castro em 13/11/2011 05:29:54
Um infeliz acontecimento que vitimou uma criança inocente, cercado por adultos culpados. Em escala decrescente: 1- este senhor não deveria ter atirado; 2- este tio não deveria ter brigado com este senhor, parado o carro ou descido dele; 3- este tio não deveria estar dirigindo, afinal estava com a CNH suspensa. Se uma dessas ações não fossem realizadas não teríamos a morte, então há + de 1 culpado.
 
JOSE ANTONIO em 13/11/2011 04:55:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions