A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/09/2014 16:15

Em menos de 24h, 2ª mulher dá à luz em casa após ser atendida em posto

Paulo Francis e Edivaldo Bitencourt
O primeiro caso foi registrado na segunda-feira (Foto: Marcos Ermínio)O primeiro caso foi registrado na segunda-feira (Foto: Marcos Ermínio)

Em menos de 24 horas, uma segunda mulher deu à luz em casa após ser dispensada por um médico após procurar um posto de saúde em Campo Grande. A criança nasceu na madrugada de hoje, menos de 12 horas depois da mãe ter procurado atendimento médico. O atendimento foi realizado, novamente, pelo Corpo de Bombeiros. 

A mulher, identificada por D.D.S.M., 25 anos, deu à luz uma menina na residência, localizada na Rua Martinez, no Jardim das Macaúbas, na saída para São Paulo.

A equipe do Corpo de Bombeiros, do pelotão da Costa e Silva, comandado pela sargento Sabioni, e composta pelo cabo Zattar e soldado Daniel Santos, foi acionada às 4h44min desta terça-feira(16) para atender a ocorrência de trabalho de parto. Porém, quando a equipe chegou ao local, a criança já tinha nascido e estava chorando.

Os militares realizaram os atendimentos necessários como corte de cordão umbilical e aquecimento da mãe e do bebê. Mãe e filha foram encaminhadas a para o Hospital da Mulher, no Bairro Moreninha, local em que já realizava o acompanhamento pré-natal e onde havia procurado atendimento na noite anterior e foi liberada.

Segundo assessoria do Corpo de Bombeiros a mãe alegou que o nome da criança ainda não foi decidido mas há uma grande possibilidade se se chamar Ester.

Outro caso - A vigilante Crisleine Souza, 26 anos deu a luz ao bebê Marcos na manhã de ontem (15) em sua casa com ajuda da mãe. Com dores prenunciando o parto, ela foi de carona na motocicleta de um amigo à unidade de saúde do Jardim Aeroporto, mas lá foi informada que tinha três centímetros de dilatação e deveria voltar para a casa.

De volta ao lar, as contrações aumentaram e ela teve o auxílio da mãe, a costureira Jaqueline Souza, 43 anos. Os bombeiros cortaram o cordão umbilical. Já o Samu levou mãe e bebe para o HU (Hospital Universitário) de Campo Grande. Os dois passavam bem. Crisleine já tem um filho de quatro anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions