A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/02/2016 22:10

Em reunião com professores, Bernal pede mais tempo para oferecer reajuste

Nyelder Rodrigues

A reunião entre representantes sindicais da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública) e o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), na noite de segunda-feira (29), terminou com um pedido de mais tempo para analisar a proposta dos professores.

"Ele pediu mais três dias para definir a proposta da prefeitura, pois está preocupado se vai conseguir pagar o índice oferecido. A diretoria do sindicato vai analisar esse pedido na manhã de terça-feira (1)", explica o presidente da ACP, Lucílio Souza Nobre.

Os professores da Reme (Rede Municipal de Ensino) pedem 11,36% de reajuste relativo sobre os rendimentos mensais desse ano, além de 13,01% referente ao ano de 2015, quando o reajuste não foi oferecido para os professores, desrespeitando, segundo eles, o piso salarial da categoria estabelecido em lei federal.

"Os professores podem até aceitar o parcelamento do reajuste que deveria ter sido oferecido ano passado, mas isso precisa ser apresentado pelo prefeito. Chegamos no limite do diálogo. É importante mantém as conversas, mas não adianta só conversar, só desgasta as duas partes", pondera Lucílio.

Apesar do relatado, o presidente da ACP ainda não crê que seja o momento de um "xeque-mate" no prefeito, com paralisações e manifestações de rua. "Até agora mantemos manifestações por vídeo, com camisetas, e conseguimos chamar a atenção com isso, por enquanto".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions