A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

30/07/2018 12:16

Em reunião no MPE, ministro promete 10 novas ambulâncias para Capital

Reunião teve a participação do prefeito Marquinhos Trad (PSD) e dos secretários de saúde

Leonardo Rocha e Geisy Garnes
Promotora Filomena Aparecida, o prefeito Marquinhos Trad e o ministro Carlos Marun, durante reunião (Foto: Marina Pacheco)Promotora Filomena Aparecida, o prefeito Marquinhos Trad e o ministro Carlos Marun, durante reunião (Foto: Marina Pacheco)

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, prometeu dez novas ambulâncias para Campo Grande, com recursos advindos da União. Ele disse que apenas precisa avaliar se os veículos podem ser adquiridos em breve ou só depois da eleição, devido a lei eleitoral. A promessa foi feita nesta manhã (30), durante reunião na sede do MPE (Ministério Público Estadual).

A promotora Filomena Aparecida  Depolito  Fluminhan foi quem organizou o encontro, que ainda teve a participação do prefeito Marquinhos Trad (PSD), do secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela e do titular da pasta estadual, Carlos Coimbra. “A principal questão em debate era a questão das ambulâncias, explicamos que a médio prazo iremos ajudar, tanto que assumi o compromisso de dez novos veículos”, disse Marun ao Campo Grande News.

O ministro explicou que serão cinco veículos “alfas” que possuem aparelhos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), dois no modelo para atendimento na zona rural e mais cinco estilo furgão, para fazer o transporte dos pacientes. “Vamos atender a demanda, que deve ser um custo de R$ 3 milhões, restando saber se já existe uma licitação aberta em Brasília, ou se enviamos recursos para que o processo seja finalizado aqui”.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) revelou que a viatura (ambulâncias) mais nova foi adquirida em 2009 e que é preciso trocar a frota. “Se você tem um carreio de passeio de 2009, depois de um tempo quer trocar, imagina uma ambulância que roda 60 mil km por mês?”.

Ele disse que a frota tem nove ambulâncias básicas e 3 alfas, com UTI à disposição. “Muito pouco para atender a população, quando entrei na prefeitura tínhamos 2 ambulâncias básicas e 1 alfa para uso, pois o resto estava em conserto”.

Hospital do Trauma – Marun disse que a União tem o compromisso de enviar R$ 6 milhões para o Hospital do Trauma, e que vai buscar em Brasília o “empenho deste recurso”, para que haja sua liberação. “Foi um acordo feito pelo antigo ministro (Ricardo Barros), que pensei que já houvesse sido concretizado, mas agora vou correr atrás para que seja viabilizado”.

Outro pedido feito por Marquinhos durante o encontro, foi um aumento no repasse do SUS (Sistema Único de Saúde) para o custeio da saúde em Campo Grande. “Sobre a elevação do teto vou ter que avaliar junto ao Ministério da Saúde, por isso não firmei compromisso, apenas de que vou levar a questão para a pasta”, disse Marun.

Marquinhos quer um aumento de R$ 5 milhões no repasse. “Recebemos o mesmo valor desde 2014, depois disto a cidade já cresceu, aumentou número de motos, de carros e acidentes. Nós gastamos 35% dos recursos em saúde, enquanto que a lei manda investir apenas 15%”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions