A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/09/2015 11:07

Empresa contesta auditoria da CGU e diz que conserta viatura do Samu

Aline dos Santos
Não tenho nada a ver com briga política. Tenho anos de trabalho aqui e estou tomando as devidas providências, diz empresária. (Foto: Marcos Ermínio)"Não tenho nada a ver com briga política. Tenho anos de trabalho aqui e estou tomando as devidas providências", diz empresária. (Foto: Marcos Ermínio)

A empresa ABS Car rebateu o relatório da CGU (Controladoria-Geral da União) que aponta que as viaturas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) eram levadas para a oficina, mas ficavam sem conserto.

“Essa questão de viatura, que não executo o serviço, que serviço fica parado em pátio, nada procede”, afirma a sócia-proprietária Aparecida de Fátima Garcia Santos. Para ela, a divulgação tem fundo político. “Não tenho nada a ver com briga política. Tenho anos de trabalho aqui e estou tomando as devidas providências, vou pedir o relatório e cobrar os danos de quem é de direito”, afirma a empresária.

De acordo com ela, a empresa tem quase 11 anos e a única alteração foi o endereço. “Não estou lá hoje porque é pequenininho, eu estava em quatro lugares ao mesmo tempo, houve necessidade de trazer minha empresa para um espaço maior para poder acomodar tudo”, diz.

O CNPJ disponível no relatório da CGU aparecia como baixado no site da Receita Federal e sem endereço. No documento o nome comercial da empresa era ABS Car. Em busca na internet, a reportagem encontrou que o endereço era na rua Carlinda Tognini, Vila Progresso.

No local, foi esclarecido que a oficina funciona na rua São Miguel, no mesmo bairro. Antes da divulgação, o Campo Grande News entrou em contato por telefone, informou a matéria para um dos donos, que não deu retorno. A reportagem também foi à oficina no dia 11 de setembro, não sendo atendida.

“O CNPJ que citam no relatório é o meu CNPJ que está aqui. Não sei se usaram CNPJ errado, o meu CNPJ desde abertura é esse. Se estivesse inativo não estaria trabalhando, não estaria aberta e eu tenho um nome a zelar”, afirma Aparecida de Fátima. O CNPJ apresentado é da empresa de nome fantasia ABS Bombas Injetoras. A empresária também apresentou certidões do Ministério da Fazenda, Ministério Público do Trabalho, governo do Estado e Simples.

Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions