A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/08/2013 14:40

Empresa paga aluguel à família e reforma casa destruída por ônibus

Aliny Mary Dias
Materiais para reforma da casa já chegaram (Foto: Marcos Ermínio)Materiais para reforma da casa já chegaram (Foto: Marcos Ermínio)

Com parte da casa parcialmente destruída após ser invadida por um ônibus na manhã de ontem (12), a família do pedreiro João Reis, 25 anos, ficou surpresa com a agilidade da empresa Selco Engenharia em reformar a casa.

A caminhonete, que avançou a sinalização da Rua Alvelândia e bateu no ônibus que levava funcionários para o frigorífico JBS, é da empresa Selco, que presta serviços para a Prefeitura de Campo Grande.

O pedreiro, que teve dois filhos e a mulher feridos com o acidente, conta que o ônibus foi retirado na tarde de ontem (12) e que, no fim do dia, a empresa alugou uma casa para que a família possa ficar enquanto a residência é reformada.

“Ontem mesmo eles alugaram a casa, colocaram estacas para escorar o telhado e falaram que vão fazer toda a reforma. A minha moto também foi levada para a oficina e eles prometeram comprar uma televisão nova”, diz João. O gerente do setor de iluminação da Selco, Fernando dos Santos Filho, explica que toda a reforma será feita em até uma semana e que uma equipe com 10 pedreiros da empresa irá começar os trabalhos nesta quarta-feira (14).

“Nosso funcionário estava errado e a família não tem nada a ver com isso. Por isso vamos deixar a casa dele melhor do que estava antes. Não tinha reboco e vamos colocar as portas e janelas também serão melhores. Iremos comprar uma televisão nova e a moto será reformada”, explica Santos.

João reclama de casa alugada, mas se diz surpreso com rapidez da empresa (Foto: Marcos Ermínio)João reclama de casa alugada, mas se diz surpreso com rapidez da empresa (Foto: Marcos Ermínio)
Responsável pela empresa garante que obra ficará pronta em uma semana (Foto: Marcos Ermínio)Responsável pela empresa garante que obra ficará pronta em uma semana (Foto: Marcos Ermínio)

Apesar da responsabilidade pelo acidente, a empresa diz que irá entrar em contato com a Gold Transportes, responsável pelo ônibus, porque a suspeita é que o veículo estava em alta velocidade.

O valor estimado para a reforma da casa, da moto e a compra da televisão ficará em torno de R$ 10 mil.
A única reclamação do pedreiro é com relação a casa alugada pela empresa. “Me colocaram em uma casa de dois cômodos que não cabe a maior parte dos meus móveis. Tenho quatro filhos e preciso de um lugar maior”.

Justificando a escolha, o responsável pela Secol afirma que a casa foi a única encontrada na região onde a família morava. “Nós fizemos tudo bem rápido porque ele pediu para que fosse um lugar mais perto possível da casa dele. Alugamos o local por um mês, mas em uma semana a casa estará pronta”, garante Fernando.

Acidente - Segundo testemunhas, o motorista da caminhonete Ranger, que seguia pela Rua Alvilândia, desrespeitou o sinal de Pare, invadiu a pista e atingiu o ônibus, que seguia pela Rua Polônia. Com o impacto, o coletivo foi para dentro da sala de uma das casas do bairro, que fica na região do Portal Caiobá. Os veículos ficaram parcialmente destruídos.

Todos os 15 funcionários do JBS, que estavam indo para o trabalho no ônibus, ficaram feridos. A vítima mais grave foi o motorista da caminhonete, que presta serviços de iluminação publica para a prefeitura. Ele foi socorrido e encaminhado para o hospital. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

Na casa, estavam um casal e quatro crianças, de 6,9,11 e 12 anos. A mãe, Marilane Oliveira, 27 anos e as duas crianças, de 9 e 11 anos tiveram ferimentos na cabeça e foram socorridas. Todos tiveram alta no fim da tarde de ontem e passam bem. 



Reportagem como esta da Aliny Mary,me faz acreditar que ainda existem pessoas honestas e responsáveis nesse nosso país ,Parabéns a os diretores da Empresa Selco,agora resta ver se na Gold transportes também se encontre algum diretor com essa dignidade.
 
Teresa Moura em 19/08/2013 10:14:04
"MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS" Leia a matéria antes filho. A jornalista Aliny Mary Dias, tem o maior trabalho para escrever e tu não lê. O carro que causou a confusão é de uma empresa terceirizada, que presta serviço a prefeitura. Esta empresa, colocou em 1º lugar a família afetada, e mais pra frente tomara as medidas adequadas seja realmente culpada, seja inocente. Isto é responsabilidade. Parabéns.
 
Luis Castro em 14/08/2013 01:08:04
Não estão fazendo nada além da devida obrigação!!!
 
Helton Luiz em 14/08/2013 00:00:48
Independente de politicagem todos deveriam seguir este exemplo.
 
Karina Romero em 13/08/2013 19:13:11
Está certo que a empresa tem que reparar o dano causado sim Fábio José.
Porém, se eu entendi direito ao ler a matéria, foi o funcionário da Selco quem causou o acidente, então, nada mais justo do que ele (o funcionário) ressarcir e arcar com o prejuízo que seu ato irresponsável causou, desalojando a família e causando esse transtorno a todos que estão envolvidos no caso. Pelo que percebi, não tem essa de "corda arrebentar pro lado mais fraco".
Afinal, não foi ele quem invadiu a preferencial e desrespeitou a sinalização?? Então, que arque!!
 
Andrea Ribeiro em 13/08/2013 18:25:33
Em um país onde se preocupam primeiro com os danos materiais e depois os humanos é de extrema importancia a atitude desta empresa, conheço pessoalmente o representante da empresa sro FERNANDO e sempre teve atitudes como cidadão honesto e humilde, parabens a empresa pela atitude e que sirva de exemplo para muitos, DEUS ilumina a todos
 
Reynaldo Ortiz Guxa em 13/08/2013 17:54:47
O que mais se vê hoje é safadeza e gente que não assume a responsabilidade mas felizmente existem exceções. O que não deveria ser nada mais do que a obrigação, acaba surpreendendo. A família é pobre, crianças pequenas, seria um absurdo não consertar o estrago urgentemente. Ponto para a Selco.
 
Paulo Lemos em 13/08/2013 17:30:04
Caracas!!! Surpreendente. É Deus na causa. Grande milagre de Jeová Jirê. Deus da provisão.
 
Márcio Patrocinio em 13/08/2013 16:53:15
o carro é prestadora de serviço para a prefeitura parabéns a empresa se tudo no Brasil fosse assim
 
CLAUDINEI BRAZ DE LIMA em 13/08/2013 16:39:48
MAS O CULPADO NÃO FOI O CARRO DA PREFEITURA QUE AVANÇOU O SINAL?
ISSO TÁ ERRADO!!!
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 13/08/2013 16:30:59
Parabéns para a empresa SELCO, demonstrando responsabilidade e além de tudo respeito e humanidade com o próximo, estou surpreso como a maioria dos internautas aqui, espero que cumpram tudo que falaram na matéria.
 
Wauber Douglas em 13/08/2013 15:30:01
A empresa não fez mais, que sua obrigação só está adiantando o salário de seu funcionário, ou vcs pensam que a empresa vai pagar essas despesa, nunca a corda arrebenta sempre pro lado mais fraco. E só está fazendo rapidinho pra não se queimar com o prefeito, por que deve ser uns daqueles contratos que o Bernal faz, ex.: a Salute está aí vcs estão vendo.
 
Fábio José em 13/08/2013 15:13:42
Em se tratando de Brasil, a empresa merece congratulações, pois o que se vê normalmente são as coisas caminharem lentas, quase parando, e por fim a fuga de responsabilidades.
 
Marcos José em 13/08/2013 15:08:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions