A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

02/03/2018 18:35

Empresa quebra acordo e mãe improvisa festa dos filhos na varanda

Festa seria na empresa Magic Games do shopping Norte Sul Plaza.

Adriano Fernandes e Kleber Clajus
Cadeiras e meses tiveram de ser colocadas na varanda casa da família na Vila Jacy. (Foto: Saul Schramm)Cadeiras e meses tiveram de ser colocadas na varanda casa da família na Vila Jacy. (Foto: Saul Schramm)

O sonho da festa de aniversário perfeita para os filhos de 2 e 9 anos, num parque de diversões de um dos shoppings de Campo Grande, virou pesadelo para a analista de recursos humanos Camilla Soares Weller, de 31 anos.

De acordo com a mãe, o espaço Magic Games no shopping Norte Sul Plaza, foi contratado ainda em outubro do ano passado por R$ 450,00. No entanto, ao chegar no local nesta sexta-feira (02), dia da festa, descobriu que haveria outro evento no espaço.

“O sonho que eu planejei virou um pesadelo para duas crianças. Ficar com a festa em casa não estava planejado para os meus 70 convidados. Não fiz a festa da minha filha de um ano para que ela pudesse aproveitar, agora. E eles ainda acham que vai ser no shopping”, se queixa, enquanto organiza a decoração de aniversário improvisada na varada de sua casa, na Vila Jacy.

Ainda conforme a analista a justificativa da empresa pelo erro, era de que o funcionário que fez o contrato foi demitido e a festa não havia nem sequer sido agendada nos registros.

Camilla com o contrato que assinou com a empresa. (Foto: Saul Schramm)Camilla com o contrato que assinou com a empresa. (Foto: Saul Schramm)
Cama elástica colocada no quintal da residência. ((Foto: Saul Schramm)Cama elástica colocada no quintal da residência. ((Foto: Saul Schramm)

A estimativa é de que o prejuízo com o transtorno tenha sido de pelo menos R$ 1,700,00, se somado o dinheiro gasto com doces desperdiçados com a mudança de endereço da festa, ao valor pago pelo aluguel.

Camila ainda acredita que pelo menos 30% dos convidados deixem de vir a festa, esta noite (02) por conta da mudança. “Parentes do interior do estado iriam vir para o aniversário”, conta.

A analista ainda procurou auxilio jurídico e na próxima segunda-feira (05), deve entrar com uma ação no Juizado de Pequenas Causas de Campo Grande. Em duas cláusulas do contrato ficava estabelecido que “a parte que descumprir o acordo fica obrigada a restituir os valores pagos”.

E o contrato de locação também só poderia ser reincidido “mediante acordo entre as partes, após analise real da situação expostas”, firma o documento.

Prejuízos – Além do prejuízo financeiro em situações como esta, cabe ao consumidor exigir indenizações por dano moral, conforme explica o superintendente do Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), Marcelo Salomão.

“Houve a expectativa da festa e ela pagou por isso”, pontua. “Também é importante registrar a ocorrência no Procon pois a partir da denúncia, a empresa é listada em um cadastro de inadimplência, podendo até ser multada por danos coletivos caso outras situações semelhantes venham acontecer no futuro”, conclui.

A empresa – A Magic Games informou apenas que deve resolver a situação entre a contratante e o jurídico. E que a administração teria até tentado transferir e pagar a festa para outra data, mas não conseguiu.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions