A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/05/2014 16:23

Empresário que deu golpes estaria em Rio Preto e vai se entregar em 10 dias

Zana Zaidan

Investigado por aplicar o golpe conhecido como “firma fantasma”e fazer pelo menos nove vítimas em Campo Grande, Juraci Pereira dos Santos, 48 anos, estaria em São José do Rio Preto (SP).

Até então, o empresário era dado como foragido, mas conforme Márcio Roberto Ferrari, que procurou o Campo Grande News e, por telefone, se identificou como advogado do suspeito, ele estaria na cidade do interior paulista há dez dias.

“Foi tratar da doença da filha que tem Lúpus, mas pretende não só voltar para a Capital e se apresentar à Polícia, mas ressarcir todos que alegam ter prejuízos”, garante o advogado. “Só pedimos o prazo de dias, para que ele consiga resolver os problemas em São José”, acrescentou.

Ele inclusive afirmou já ter entrado em contato com o delegado responsável pelas investigações, Wellington de Oliveira, que confirmou ter recebido o mesmo telefonema do advogado.

“Ele alega que não se trata de estelionato, e que o cliente espera resolver a situação dele e pagar a dívida que deixou. Se ele estiver, de fato, interessado em se apresentar e devolver os bens das vítimas, vamos ouvir as declarações dele, prosseguir com as investigações, e tomar as providências cabíveis”, explica o delegado.

No início dos trabalhos, seis pessoas se declararam vítimas de Juraci. Com a divulgação do caso, outras três procuraram a delegacia e relataram estar na mesma situação, afirma Oliveira. O empresário responde a outros 11 processos por estelionato e receptação em São José do Rio Preto.

Caso – Por quase um ano, Juraci Pereira dos Santos vendeu produtos para a área de construção civil e, assim que conseguiu crédito no mercado, fez compras e não pagou, além de ter vendido e não honrado a entrega, conforme as investigações da Polícia Civil.

A empresa funcionava desde junho de 2013 na avenida Ernesto Geisel, e as vítimas reclamam uma dívida que ultrapassa R$ 20 mil.

Polícia procura golpista de empresa fantasma que deu prejuízo de R$ 20 mil
Com a empresa aberta há quase um ano, um estelionatário fez ao menos seis vítimas em Campo Grande. Neste período, Juraci Pereira dos Santos, 48 anos,...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions