ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Empresas terão que avisar Secretaria de Saúde sobre funcionários com covid

Lei ainda obriga a Sesau a publicar os casos no site da secretaria, em até 6h depois de ser notificada pelas empresas

Por Izabela Sanchez | 04/08/2020 13:22
Mulher faz teste rápido da covid em blitz da prefeitura de Campo Grande, no Centro. (Foto: Kisie Ainoã)
Mulher faz teste rápido da covid em blitz da prefeitura de Campo Grande, no Centro. (Foto: Kisie Ainoã)

As empresas de Campo Grande terão que registrar e comunicar à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), em 24h, os casos suspeitos e confirmados da covid-19 em funcionários. É o que obriga a lei sancionada e publicada em Diário Oficial nesta terça-feira (4). A Prefeitura cria, com a lei, um “sistema de notificação compulsória”.

Projeto de lei do vereador Herderson Fritz (PSD), a notificação de casos para a saúde municipal contempla também qualquer estabelecimento, unidade ou órgão público da cidade. Os casos devem ser comunicados sempre que surgirem no quadro de “funcionários, empregados ou colaboradores”.

O prazo de 24h é dado após o responsável pela empresa “tomar ciência” do caso e a lei ainda autoriza a Sesau a publicar os casos na internet, em até 6h. Vai constar no site “nome da empresa e local de atuação da pessoa contaminada”, conforme o texto publicado em Diário Oficial.

Quem não cumprir a regra será multado e a lei autoriza a Prefeitura a fiscalizar os locais, sejam eles públicos ou privados.

Epicentro – Campo Grande tem explosão de novos casos da doença do coronavírus há um mês, tornando-se o novo epicentro. Nesta terça, com 530 novos casos, representa 51% das contaminações em Mato Grosso do Sul. Já são 149 mortes confirmadas na Capital.