ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 13º

Capital

Encontrado morto na Máxima respondia por tráfico de drogas e roubo

Em nota, Agepen informou que apura as circunstâncias da morte

Por Dayene Paz | 27/02/2024 09:03
Polícia Militar na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Polícia Militar na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

José Lopes Teixeira Neto, de 21 anos, encontrado morto na madrugada desta terça-feira (27), dentro da Penitenciária Jair Ferreira de Carvalho - de Segurança Máxima de Campo Grande - localizada no Jardim Noroeste, respondia por tráfico de drogas e roubo. A suspeita é que o detento foi obrigado a ingerir cocaína diluída na água, mas a morte é investigada.

Lopes é natural de São Paulo, mas morava na região norte do estado. Possuía passagens criminais desde quando era menor de idade, em Cassilândia, Paranaíba e Chapadão do Sul. Na lista de crimes estão: tráfico de drogas, posse de drogas para consumo pessoal, ameaça e roubo.

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) informou que apura as circunstâncias da morte. "A cela foi isolada para os levantamentos periciais. Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso também será investigado pela Policia Cívil", disse em nota.

Entenda - Segundo as informações apuradas pela reportagem do Campo Grande News, o caso ocorreu por volta das 3 horas de hoje. Há informações de que o preso teve a morte decidida por detentos de facção rival.

Então, foi obrigado a ingerir a droga com água, o que causa overdose, e começou a passar mal na cela 16 do pavilhão 2. Ele não resistiu e morreu. Na cela onde José Lopes cumpria pena, havia outros 23 presos.

A Polícia Civil e perícia estiveram no local. Não foram encontrados sinais de violência, mas havia espuma com sangue saindo pela boca da vítima. O caso foi registrado como morte a esclarecer, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias