A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

02/10/2017 14:56

Entregue em maio, aparelho para tratar câncer ainda não está operando

Equipamento serve para tratamento de diversos tipos de câncer e foi repassado ao Hospital do Câncer pelo Governo de MS

Mayara Bueno
(Foto: André Bittar/Arquivo).(Foto: André Bittar/Arquivo).
Secretário de Saúde de MS, Nelson Tavares. (Foto: André Bittar).Secretário de Saúde de MS, Nelson Tavares. (Foto: André Bittar).

Entregue em maio pelo Governo de Mato Grosso do Sul, o acelerador linear, usado para tratamento de câncer, ainda não começou a operar no Hospital do Câncer. Conforme o diretor da instituição, Cláudio Osório Machado, a expectativa é que até o fim do ano o aparelho esteja funcionando.

Quando o equipamento foi entregue, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que o acelerador deve zerar a fila de espera, já que conseguiria fazer 100 exames, o dobro do que é feito atualmente.

O aparelho é utilizado no tratamento de câncer de pele, radioterapia de cabeça, pescoço e linfonodos, além de outras patologias oncológicas.

Conforme o secretário da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Nelson Tavares, restam apenas "algumas adequações". O acelerador precisa ser instalado em uma sala especial, o banker, e é justamente esta instalação que precisa se finalizada.

"Por se mais potente (o novo aparelho), requer outros equipamentos para calibrá-lo". O presidente do hospital disse que até o fim do ano o acelerador já poderá realizar os procedimentos.

Maio - O novo acelerador linear estava inativo em Goiânia e há pouco mais de um ano a secretaria de Saúde começou a negociar junto ao Ministério da Saúde para trazê-lo a Mato Grosso do Sul.

O equipamento foi entregue ao Hospital do Câncer em 16 de maio de 2017. No total, com a instalação e o aparelho, o Estado investiu R$ 2 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions