A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/10/2014 15:49

Erosões ameaçam casas e avenidas e população teme acidentes

Alan Diógenes
Erosão no Parque Novo Século cresce a cada dia e já ameaça atingir casas. (Foto: Marcelo Victor) Erosão no Parque Novo Século cresce a cada dia e já ameaça atingir casas. (Foto: Marcelo Victor)

Três regiões de Campo Grande estão sendo ameaçadas por erosões e a população teme que as crateras atinjam casas, ruas e avenidas movimentadas. No Parque Novo Século, próximo a Avenida Gury Marques, na saída para São Paulo, a erosão já chegou até a cerca, que divide a área de vegetação de uma estrada que dá acesso ao local. Nas avenidas Interlagos e Ernesto Geisel, as erosões nos córregos Bandeira e Anhanduí já atingiram o asfalto e o risco de acidentes é iminente.

De acordo com a dona de casa Fabiana Albuquerque, de 36 anos, que mora no Parque Novo Século há oito anos, a cratera no lugar era bem menor, mas cresceu devido as chuvas que atingiram a cidade. “Já está quase engolindo as casas e ninguém faz nada. Quando me mudei para cá era bem menor, não tem nem comparação de como está agora. Os moradores já estão assustados”, comentou.

A moradora Alexandra Flores, 35, disse que chegou a ver trabalhadores no local no começo do ano, mas hoje o canteiro de obras está abandonado. “No começo do ano eles vieram com máquinas e chegaram até mexer ai, até pensei que o negócio iria andar, mas eles sumiram depois. Tá complicado, acho que eles vão esperar engolir as casas para tomar alguma providência”, destacou.

Na avenida Ernesto Geisel, a dona de casa Graciete Soares da Cruz, 44, está preocupada com as erosões. Ela tem medo de que acidentes de trânsito ocorram. “Desde quando eu me entendo por gente existem essas erosões. Troca de governo e elas permanecem intactas. Faixas da avenida em alguns trechos já foram interditadas é isso é um perigo. Tem gente que não conhece a avenida e pode cair dentro dos buracos”, mencionou.

 

Na avenida Interlagos a cratera já tomou conta da calçada e ameaça o asfalto. (Foto: Marcelo Victor)Na avenida Interlagos a cratera já tomou conta da calçada e ameaça o asfalto. (Foto: Marcelo Victor)
Na Ernesto erosões chegaram até o asfalto e faixas da avenida foram interditadas. (Foto: Marcelo Victor)Na Ernesto erosões chegaram até o asfalto e faixas da avenida foram interditadas. (Foto: Marcelo Victor)

O armador de ferragens Cláudio Acosta, 27, que mora próximo a avenida Interlagos, onde uma erosão também ameaça o asfalto, conta que pedestres já estão impossibilitados de caminhar por lá por que a calçada já caiu dentro da cratera. Ele critica o descaso dos governantes para com a população.

“Eles arrumam meio por cima apenas para dar aquela maquiada, mas não resolvem o problema de vez. A verba desviada por esses políticos deveriam ser aplicadas em obras de contenção dessas erosões por exemplo”, finalizou.

A retomada da obra para conter a erosão no Parque Novo Século foi anunciada no dia 29 de maio deste ano com investimento de R$ 3,5 milhões do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que previa contrapartida de R$ 2,2 milhões do Governo federal. A obra foi iniciada, mas conforme a prefeitura a empresa responsável desistiu do contrato e nova licitação será realizada.

Em relação a avenida Ernesto Geisel, a Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) informou que ela está dentro de um cronograma de obras que pretende contratar uma empresa por meio de licitação para assumir a obra. Assim que fechado o contrato, as obras devem começar em um mês. A secretaria só não soube informar quando será feito a obra de contenção na erosão da avenida Interlagos.

Fabiana teme que erosão chegue até sua casa. (Foto: Marcelo Victor)Fabiana teme que erosão chegue até sua casa. (Foto: Marcelo Victor)
Graciete acredita que acidentes possam ocorrer na avenida Ernesto Geisel devido às erosões. (Foto: Marcelo Victor)Graciete acredita que acidentes possam ocorrer na avenida Ernesto Geisel devido às erosões. (Foto: Marcelo Victor)
Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions