A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/10/2011 16:21

Voçorocas no Rádio Clube e Novo Século avançam devido às chuvas

Viviane Oliveira

As crateras no vale do Rádio Clube Campo e no bairro Novo Século aumentam a cada chuva forte e preocupam os moradores no local

No bairro Novo Século, a erosão provocada pela chuva em uma área do cerrado transformou o terreno em um verdadeiro ‘buracão’. No bairro Novo Século, a erosão provocada pela chuva em uma área do cerrado transformou o terreno em um verdadeiro ‘buracão’.
A erosão transformou-se em uma enorme cratera, que começa às margens do asfalto da rua Spipe Calarge - em frente ao lago. A erosão transformou-se em uma enorme cratera, que começa às margens do asfalto da rua Spipe Calarge - em frente ao lago.

A chuva que caiu na madrugada de domingo (30), trouxe à tona os problemas das erosões que já existem há anos em Campo Grande. As crateras no vale do Rádio Clube Campo e no bairro Novo Século aumentam a cada chuva forte e preocupam os moradores no local.

A funcionária pública Roseli Ramiro, 46 anos, disse que a erosão do Rádio, localizada na rua Spipe Calarge existe há 16 anos. Segundo ela, depois que assoreou o lago do clube a água vai direto para o local formando a voçoroca.

A fenda que já se aproxima do meio-feio, compromete a avenida Spipe Calarge, no bairro Vila Morumbi. “Não adianta reclamar mais. Antes sempre vinha funcionários da prefeitura ai, agora não aparece mais ninguém”, afirma a moradora que a cada chuva forte o buraco ganha proporções maiores.

O que era uma pequena erosão, transformou-se em uma enorme cratera, que começa às margens do asfalto da rua Spipe Calarge - em frente ao lago - e vai adentrando em meio ao terreno com mata. O problema da erosão no local seria decorrência do assoreamento do lago do Rádio Clube Campo.

Já no bairro Novo Século, a erosão provocada pela chuva em uma área do cerrado transformou o terreno em um verdadeiro ‘buracão’ na região da saída para São Paulo. O caseiro Carlos Henrique Santos Ferreira, 62 anos, conta que o local está cheio de manilhas, mas até agora a prefeitura não fez nada.

“Falta pouco para essa erosão engolir a minha casa. A cada temporal desbarranca mais um pouco”, reclama o caseiro que vive em uma residência há quase 30 metros da cratera.

Obras - O secretário Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antônio De Marco, disse hoje durante visita no bairro Nova Lima, que já existe verbas para obras da erosão em frente ao lago do Rádio Clube.

Segundo ele, o valor da obra será de 10 milhões. “Temos que fazer o processo de licitação ainda, mas já temos recursos para esta obra”. O secretário admite que são perigosas e preocupantes essas crateras formadas na cidade.



Vai acabar a administração do Prefeito Nelsinho Trad, e vai ficar o "buraco"
 
Valter Oliveira em 31/10/2011 07:07:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions