A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/08/2016 17:30

Escola diz que caso é isolado e mãe recebe novo kit de material escolar

Christiane Reis
Material correto foi entregue à mãe de aluna na tarde desta segunda-feira. (Foto: Christiane Reis)Material correto foi entregue à mãe de aluna na tarde desta segunda-feira. (Foto: Christiane Reis)

Um equívoco, esta foi a explicação que a direção da Escola Municipal Etalívio Pereira Martins deu à mãe de uma aluna da 4ª série, que recebeu o kit escolar usado. Segundo a comerciante Josimara Brandini, que foi à unidade educacional na tarde desta segunda-feira (8), atendendo ao chamado da direção após o caso ganhar repercussão no Facebook, kit destinado ao 4º ano foi entregue erroneamente pela Semed (Secretaria Municipal de Educação) a alunos da pré-escola e o caso foi isolado.

“Assim que verificaram o erro, eles teriam pedido aos pais que fosse feita a troca”, contou a mãe. A direção da escola não deu entrevista.

Sobre a justificativa, a mãe disse entender a situação. “Entendo que a escola não teve culpa”, disse Josimara Brandini, destacando apenas que não gostaria de que o episódio prejudicasse o local onde a filha estuda há pelo menos quatro anos.

Ainda segundo o informado à mãe, este teria sido um caso isolado, não tendo portanto outros alunos recebido cadernos rabiscados ou algum item do kit danificado.

Em resposta ao contato do Campo Grande News, a Prefeitura admitiu à troca de material e que vai investigar o caso. “A Secretaria Municipal de Educação esclarece que o fato relatado nas redes sociais, em princípio, trata-se de uma troca ocorrida em sala de aula e que já foi solucionada pela escola. Diante da repercussão, a equipe técnica da Semed irá apurar o caso detalhadamente por meio de sindicância”, conforme a nota.

A nota também esclareceu quanto à qualidade do material entregue aos alunos. “Os kits escolares contendo caderno, lápis de cor, borracha e outros materiais têm especificação de qualidade em edital e qualquer problema deverá ser imediatamente informado à secretaria, por meio da escola, ou por meio da ouvidoria 3314-3820”.

O caso – O kit escolar, que deveria ser entregue no início do ano letivo foi distribuído aos alunos do 4º ano da Escola Etalívio Pereira Martins na sexta-feira (5), além de ter de lidar com o atraso do material, uma das alunas recebeu caderno rabiscado, caixa de lápis de cor e borracha usados. Ao ver o material no sábado (6) e sem ter a quem recorrer, a mãe desabafou no facebook.

No desabafo feito no facebook, a mãe chama a atenção dos outros pais. “Única coisa q peço é q se alguém recebeu material nessa condição não se cale.... é um direito nosso!!! Eles se comprometeram a fazer!!! O q minha filha recebeu vou levar na prefeitura... Eles devem estar precisando mais do q nós”, conforme trecho da postagem.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions