A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/08/2011 10:05

Estelionato de veículos fez mais de 30 vítimas no período de 2 meses

Paula Vitorino

Vítimas que venderam veículos ainda financiados para o autor também serão indiciadas por estelionato

Estelionatário foi preso, mas advogado impediu apresentação para imprensa. (Foto: Reprodução)Estelionatário foi preso, mas advogado impediu apresentação para imprensa. (Foto: Reprodução)

O estelionatário especialista em veículos, Alzemiro Malheiro da Silva, 42 anos, fez ao menos 30 vítimas no período de 60 dias, enquanto estava foragido da Colônia Penal Agrícola. De acordo com o delegado da Defurv (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos), Cláudio Martins, as investigações já confirmaram este número de vítimas, mas a quantidade de pessoas que caíram no golpe pode ser ainda maior.

“Desde que fugiu da prisão ele está aplicando os golpes. Acreditamos que o número de vítimas pode crescer após a identificação do autor”, frisa o delegado.

Ainda segundo o delegado, Alzemiro é muito hábil com as palavras e mestre em convencer as pessoas. “Ele é extremamente hábil na conversação, ou seja, uma pessoa persuasiva”, afirma.

O seu modo de agir era sempre semelhante. O autor procurava garagens, anúncios de jornais ou pessoas com cartazes de venda de veículos e depois fazia a proposta da compra do carro, com preço de mercado. Alzemiro também comprava carros que ainda estavam sendo financiados.

O golpista pagava uma parcela de entrada ou no caso do financiamento quitava o valor inicial, pegava os documentos do veículo e depois sumia com o produto.

Vítimas também serão indiciadas - As vítimas do estelionatário que venderam veículo ainda financiado também serão indiciadas por estelionato, de acordo com o delegado.

“Se você vende algo antes de terminar o pagamento é estelionato também. Enquanto não termina o financiamento, o carro ainda pertence a financiadora e, portanto, a pessoa está vendendo algo que não é dela”, explica.

No entanto, o delegado não precisou o número de quantas pessoas serão indiciadas pelo crime.

Ele ainda disse que um carro pode ser negociado mesmo durante o financiamento, desde que não chegue ao conhecimento da Polícia. “A Polícia não vai sair procurando, mas se você vier falando que foi vítima, pode ser indiciado porque não poderia negociar já que não era dono do carro e sim um fiduciário”, acrescenta.

Prisão - A prisão de Alzemiro aconteceu na sexta-feira (29), por volta das 11h, em uma residência próxima ao Aeroporto de Campo Grande. Segundo informações da Defurv, o estelionatário se preparava para aplicar outro golpe no momento da prisão.

O autor já havia sido preso em 2009 pela Defurv pela pratica do mesmo crime. Ele teve participação em um golpe contra locadoras e garagens de veículos. Contra o autor, já havia mais de 20 inquéritos de estelionato relativos a compra de carros.

Defurv apresenta amanhã estelionatário especialista em veículos
A Defurv (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos) apresentará amanhã, às 09h, um estelionatário especializado em veículos.Segundo inf...
Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions