ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Estudante encontrado morto em terreno baldio pode ter sido vítima de latrocínio

Danilo tinha 29 anos e sumiu após sair de uma festa com outro homem, que foi preso em flagrante

Dayene Paz e Bruna Marques | 08/03/2023 10:49
Polícia e perícia no local onde corpo de Danilo foi encontrado. (Foto: Bruna Marques)
Polícia e perícia no local onde corpo de Danilo foi encontrado. (Foto: Bruna Marques)

A DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio) investiga se Danilo Cezar de Jesus Santos, de 29 anos, foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). O rapaz estava desaparecido desde domingo (5) depois de sair de uma festa e o corpo foi encontrado aos fundos de um terreno baldio na Rua Marechal Rondon, Centro de Campo Grande, na manhã desta quarta-feira (8). Um suspeito foi preso em flagrante.

Durante os trabalhos da polícia e perícia no local do crime, o delegado José Roberto de Oliveira Júnior, da DEH, conversou com a imprensa. Ele disse que Danilo foi morto no terreno, possivelmente por esganadura. "Vamos fazer mais uma varredura, talvez a gente encontre pertences da vítima, valores, estamos na linha de homicídio ou latrocínio, mas precisamos de mais elementos para saber se o autor subtraiu algo", pontuou.

O suspeito preso em flagrante é conhecido como "Maranhão" e seria morador de rua. Ele foi detido, inicialmente, por ocultação de cadáver. "Temos elementos robustos", pondera José Roberto sobre a prisão.

O caso - Segundo o delegado, após a notícia de desaparecimento, as investigações começaram. A informação era de que Danilo saiu acompanhado de um homem. "Vimos várias câmeras de segurança e ele estava com esse homem, mas chega um momento que esse suspeito está sozinho", comenta.

Foi então que na região onde o suspeito já não estava mais acompanhado de Danilo, a polícia começou diligências, que terminaram na localização do corpo na manhã desta quarta.

Danilo estudava mestrado de Antropologia Social, na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Desaparecimento - De acordo com o boletim de ocorrência, Danilo estava em uma festa com amigos por volta das 19h, no sábado (4). O rapaz teria ido até a casa noturna com outro grupo às 22h, saiu pela manhã e desde então não foi mais visto. Danilo usava short jeans, camiseta cinza e tênis colorido.

Na tarde de ontem, amigos montaram uma força-tarefa para encontrar Danilo. Eles saíram em frente à boate que o jovem esteve na noite que antecedeu o desaparecimento, localizada próximo à Esplanada Ferroviária. Segundo gravações, ele foi visto pela última vez após sair do local por volta das 8h50, descendo a Rua Antônio Norberto de Almeida na Orla Morena às 9h10.


Nos siga no Google Notícias