ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Estudantes farão mobilização contra violência na região da Uniderp

Por Luciana Brazil | 26/11/2013 09:39
Evento criado ontem deve reunir cerca de 300 pessoas. (Foto: Reprodução Facebook)
Evento criado ontem deve reunir cerca de 300 pessoas. (Foto: Reprodução Facebook)

Um acadêmico do curso de Direito da Anhaguera Uniderp, em Campo Grande, está mobilizando alunos da universidade para, na próxima sexta-feira (29), às 18h30, uma manifestação contra violência na região. Recentemente o dono de uma lanchonete, que fica em frente à instituição, foi baleado durante um assalto.

“Me indignei e resolvi criar um evento no Facebook contra a violência”, disse o acadêmico, autor da iniciativa, Wellington Mendes dos Santos.

O protesto intitulado como “Mais segurança, é bom”, que será realizado em frente à universidade, pretende despertar a atenção das autoridades para o problema que se instalou na região. O estudante espera reunir cerca de 300 pessoas.

Os estudantes, segundo Wellington, querem mais segurança, com rondas policiais nos horários de saída e entrada dos alunos. A iluminação nas ruas e nos terrenos também fazem parte das reivindicações.

Violência - Além do assalto na última sexta-feira (22), que terminou com o dono da lanchonete baleado e três estudantes assaltados, os roubos de veículos são constantes no local. Falta iluminação pública, e uma grande área, localizada em frente à instituição, é usada frequentemente por usuários de droga.

“Já roubaram vários carros no local. Já vi várias vezes moto sem roda. Ali é muito escuro, não tem iluminação nenhuma”.

Hoje, Wellington vai passar nas salas de aula divulgando a mobilização. A intenção do protesto é fechar a Rua Ceará.

Na mesma região os estudantes Breno Luigi Silvestrini de Araujo, 18 anos, e Leonardo Batista Fernandes, 19 anos, foram sequestrados quando saiam de um bar, próximo à universidade. Os dois foram mortos horas depois.

Nos siga no Google Notícias