A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/03/2016 13:34

Ex-diretor técnico da Santa Casa, Carlos Pistóia morre com tiro no peito

Leonardo Rocha

O cirurgião Carlos Vinícius Pistóia, um dos médicos mais antigos da Santa Casa, morreu por volta das 11h deste domingo (06), em função de um tiro no peito. Ele ainda foi socorrido e levado para o hospital onde passou por cirurgia, mas teve três paradas cardíacas e não resistiu.

O diretor-presidente da Santa Casa, Esacheu Nascimento, relatou que o caso ocorreu durante a madrugada. Pistóia disparou contra o peito dentro da residência, em um condomínio de classe alta da cidade. O tiro atingiu o coração.

"Se trata de um grande médico, cirurgião gástrico, sempre muito amigável e grande profissional, todos os colegas estão consternados", comentou Esachel.

Especializado em Gastroenterologia, Carlos Vinícius Pistóia fazia parte da direção técnica da Santa Casa até o ano passado e, segundo os colegas que trabalhavam e conviviam com ele, não dava sinais de estar passando por um momento difícil ou com depressão. "Algo que não conseguimos entender, se tratava de uma pessoa generosa, a medicina de Campo Grande perde um grande valor", relata Nascimento.

Outro - É o segundo caso de suicídio envolvendo médicos este ano, em Campo Grande. No dia 22 de janeiro, Francis Giovanni Celestino morreu aos 31 anos.

O corpo foi encontrado dentro do carro dele, trancado, com dois tiros de uma pistola Taurus calibre 380 no peito. O médico estava de jaleco e usando luvas de procedimento cirúrgico nas mãos.

Medicamentos controlado, de tarja preta, estavam espalhados pelo carro. Francis deixou o plantão no Posto de Saúde do bairro Universitário e seguiu até Sidrolândia, onde cometeu o suicídio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions