A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/03/2011 12:35

Falta de semáforo em cruzamento movimentado na Ernesto Geisel provoca acidentes e preocupa moradores

Ricardo Campos Jr.

Pela manhã jovem se feriu ao atingir carro

Empresário diz que é impossível almoçar em casa, por causa do movimento no horário de pico na rua Eça de Queiroz. (Foto: JOão Garrigó)Empresário diz que é impossível almoçar em casa, por causa do movimento no horário de pico na rua Eça de Queiroz. (Foto: JOão Garrigó)

Em horários de pico motoristas precisam de muita perspicácia para atravessar a avenida Ernesto Geisel seguindo pela rua Eça de Queiroz. A falta de sinalização semafória, que permita aos condutores passar com tranquilidade pela via movimentada, é motivo de constantes acidentes no local.

Pela manhã a jovem Gilmara de Lima Ximenes, que conduzia uma motocicleta, teve ferimentos ao atingir um veículo que cruzava a preferencial tentando atravessar a avenida.

Ela estava acompanhada por Neial Eliz Melo de Rezende. As duas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros. Não há informações para onde foram levadas.

O empresário Humberto Aguni, 60 anos, mora a poucos metros do cruzamento. Ele relata que a Eça de Queiroz é de grande movimento por ligar a 14 de Julho à avenida Ernesto Geisel e prosseguir, por meio de uma avenida aberta recentemente, aos bairros mais distantes tornando a rua um modo de acesso às regiões centrais da Capital

Ele conta que tem um estabelecimento comercial na 13 de Maio e conta que é impossível voltar para casa para almoçar por conta do congestionamento.

“Não adianta vir nesse horário. Às vezes os carros demoram 5 minutos para atravessar. Tem dia que demora mais”, exclama o morador.

A abertura da nova avenida tornou o problema mais agravante, pois os veículos passaram a cruzar a via mais movimentada nos dois sentidos.

O empresário aponta a melhor solução para o problema e cobra rapidez. “Aqui precisa de uma sinalização, um semáforo. Mas isso aí tem que ser urgente”, diz Humberto.

A recepcionista Aline da Costa Pacheco, 20 anos, trabalha em uma empresa de climatização e refrigeração na Ernesto Geisel, poucos metros à frente do cruzamento. Entretanto, segundo ela, o local onde os funcionários saem com os carros acaba na Eça de Queiroz e relata a dificuldade para voltar para casa.

“Não só em horário de pico, mas em normal também. Até mesmo a gente para passar fica ali horas e horas”, conta a jovem.

Transtornos - O local foi bastante castigado pela chuva dos últimos dias na Capital. Foram registrados vários pontos de alagamentos nas proximidades.

O trânsito fica prejudicado por conta de buracos abertos no cruzamento com a Eça de Queiroz. Os veículos fazem um desvio deixando o tráfego confuso principalmente para os motoristas que atravessam a avenida.

Ma Ernesto Geisel, um poço mais acima do cruzamento, a chuva derrubou muro de contenção e provocou danos na rede de esgoto. Desde ontem (10) a Águas Guariroba trabalha no local, que chegou a ficar completamente interditado para as manutenções.

Pela manhã apenas uma das pistas no sentido bairro-centro estava interrompida. Segundo informações da Águas Guariroba o reparo deve ser concluído até o fim da tarde.

Para não ficarem parados por muito tempo, motoristas se arriscam ao cruzar Ernesto Geisel. (Foto: João Garrigó)Para não ficarem parados por muito tempo, motoristas se arriscam ao cruzar Ernesto Geisel. (Foto: João Garrigó)


este cruzamento é muito movimentado e necessita de urgente sinalização, e a velocidade na ernesto Geisel é alta necessita de um redutor de velocidade.
 
munir Sayegh em 12/03/2011 12:36:12
Não é só na Ernesto Geizel, é por toda cidade. Faz-se a obra e inaugura sem estar totalmente concluida. Parece que não se estuda o impacto no entorno da obra nova. No final da avenida América fizeram a orla Morena, aumentou em muito o tráfego, esqueceram de colocar um semáforo com a Avenida nova, nem um quebra-molas. A Avenida virou um verdadeiro autodromo. Com os pórticos ficou difícil ver quem vem pela Avenida. Tá complicado. Afinal usuário não entende de trânsito para dar palpite.
 
alcenair nobre costa em 12/03/2011 08:38:41
Qual sera a medida paliativa que a prefeitura vai resolver implantar ali? Mais manilhas com fitas? A cidade esta abandonada!
 
Jorge Matos em 11/03/2011 12:57:51
Enquanto não colocam o sinaleiro seria a solução ir pela 14 de julho descer a Euler entrar na rotatória retornando pra Ernesto Geisel, nçao deve durar 3 minutos.
 
Jorge Antônio Dias em 11/03/2011 11:45:51
Concordo plenamente que este local precisa urgente de uma soluçao que agilize o tráfego e que previna acidentes, antes que o pior venha a acontecer e que alguma familia tenha que protestar a perda de um ente querido. Sr.Rudel Trindade (diretor presidente da Agetran) não é preciso suplicar para que tenhamos nossos direitos assegurados, ou será que sim? Sem mais.
 
Mara Oliveira em 11/03/2011 08:12:22
Moro no bairro a 30 anos e desde que inaugurou o trecho Ernesto Geisel entre a Eça de Queiroz e Euler de azevedo, a população pede implantação de semáforo neste cruzamento e no da Eça com a 14, as agencias de transito, desde a época da setrat, vivem fazendo levantamentos e nada de solução, se o Campo Grande News quiser, e gostaria que o assunto fosse levado adiante eu envio cópia dos e-mails e oficios que a agetran me enviou com respostas nada satisfatórias, precisamos de atenção, pois ja tivemos acidente com vítima fatal neste local, será que precisaremos ter mais vítimas???
 
Oswaldo Junior em 11/03/2011 08:08:32
Na verdade precisa de DOIS SEMÁFOROS URGENTE!!!!!! 1º- Rua Eça de Queiróz, esquina com a 14 de Julho e 2º- Rua Eça de Queiróz esquina com a Av. Ernesto Geisel.
É um caos passar em horário de pico, e muito perigoso as pessoas arriscarem a sorte. Só quem passa lá sabe a dificuldade para atravessars essas duas ruas. Aguardamos melhoria colocando 2 SEMÁFOROS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Eliza Duarte em 11/03/2011 08:00:54
Infelismente é uma vergonha,estou paraplégica por um acidente ocorrido neste mesmo local,á 2 anos atrás é uma vergonha,,,fui atropelada ai mesmo por carro e nada até hoje foi resolvido é triste saber,quantos nem tem coragem de contar,,,,,,,,,,!!
 
SUZANA VIEIRA em 11/03/2011 06:56:48
Essa esquina é muito perigosa, tanto para pedestres, quanto para ciclistas, motociclistas, carros, pois o semáforo é uma necessidade urgente. A via ficou muito tumultuada, com as benfeitorias na Eça de Queiroz, o prolongamento na Ernesto Geisel, somado à irresponsabilidade dos motoristas e negligência do Poder Público.
 
Ney Alves Veras em 11/03/2011 06:25:50
Precisa sim de um sinaleiro ali URGENTE. E concordo tb com o leitor Fernando, o transito de campo grande está cada vez pior, e isso se dá graças ao pessimo serviço prestado pelas Auto Escolas que só se preocupam em receber o que eh devido.

 
Andrea Burque em 11/03/2011 04:59:20
cade o planejamento feitos nessas obras antes e apos a conclusao ,sera q tem q morrer alguns cidadaos de bem para se tomar uma providencia urgente?para c/ isso senhores governantes deste municipio vamos agir esses dias assisti uma reportagem diziam q tinham 100 homens traballhando no tapa buracos essas saidas e centro esta uma vergonha,põe esses homens p/ trabalhar dia e noite faça se um revezamento, sol esta saindo todos os dias e dia de chuvas eles vao tapar buraco para c/ isso senhores governantes vamos agir mao na massa.
 
walter machado em 11/03/2011 04:50:45
Realmente essa esquina é perigosa, sempre passo pelo local nos horários de maior movimento e demoro pelo menos de 3 a 5 minutos esperando, e necessário de um semáforo com urgência antes que tenha acidentes mais graves......olhe melhor para esse local autoridades do transito, tenham mais visão do transito da capital, e na mesma rua com a 14 de julho também.....
Abraços
 
Nelson G Lima em 11/03/2011 04:04:30
Muiiiito obrigada!!!!toda equipe do campograndenews, que mais uma vez atendeu ao meu pedido, com essa reportagem da Eça de Queiroz c/ a Ernesto Geisel.Há tempo falo desse problema,mando sempre e-mail para alguns veículos de informações,implorando uma reportagem naquele local.Já que as autoridades até o momento nada fez.Apesar de inúmeros acidentes,a gente deve contar com a sorte e utilizar da direção defensiva p/ atravessar as referidas ruas. Agora com a mídia e o estrago das chuvas, espero que o problema nesse trecho seje resolvido,para a paz e consequentemente a felicidade de todos que dependem dessas vias.
 
neide de oliveira em 11/03/2011 03:35:54
Vamos ser sinceros, o que precisa NÃO é de semáforo, e sim de respeito no transito ao meu ver o maior culpado disso é o DETRAN e Auto escolas que não ensinam p***a nenhuma.
Olhe Campo Grande, uma cidade bela e tranquilo só que o transito é insuportavél, não sabem pra que serve a seta, fecham cruzamento e N imbecilidades ocorrem no transito.
Agora "socar" semaforo em locais (para quem sabe dirigir) inuteis. Pelo amor de Deus, Campo Grande esta ficando uma paradeira só.
 
Fernando Scheffer em 11/03/2011 03:26:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions