A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/07/2012 16:20

Falta vacina contra gripe suína na maior parte dos postos de saúde

Elverson Cardozo

Procura pela vacina contra gripe dispara após imunização de grupos prioritários

Imunização começa a faltar nas unidades básicas de saúde. (Foto: Minamar Junior)Imunização começa a faltar nas unidades básicas de saúde. (Foto: Minamar Junior)

A procura pela vacina contra a gripe suína disparou em Campo Grande depois que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) encerrou a campanha destinada aos grupos considerados prioritários e expandiu o trabalho de imunização a todas as faixas etárias. O resultado disso é que as doses estão em falta na maior parte das unidades de saúde procuradas pelo Campo Grande News

Gerente de imunização na Sesau, Erci Hirota, afirmou que as 150 mil doses da vacina que Campo Grande recebeu do Ministério da Saúde já foram distribuídas, mas o atendimento continua até o fim dos estoques nas unidades de saúde espalhadas pela cidade.

A procura, segundo a gerente, aumentou depois que a vacina foi disponibilizada para todas as faixas etárias, fora dos grupos de risco, que eram as crianças, gestantes, idosos, profissionais da saúde, indígenas e o público com doenças crônicas.

Na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dr. Enio Cunha, no bairro Guanandi, as 400 doses da vacina que chegaram na sexta-feira (6) acabaram no outro dia, no sábado (7) pela manhã.

O gerente da unidade, Cleyson Borges Tormena, de 31 anos, afirmou que a demanda aumentou desde a semana passada. Procura superior, inclusive, à época em que a dose estava disponível apenas aos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde.

Próximo dali, na UBS Dona Neta, cartazes indicam que a imunização já está em falta. Cerca de 300 pacientes foram vacinados na unidade desde a semana passada. O total, somando ao tempo regular da campanha, chega a quase 2 mil pacientes.

Procura aumentou depois que Sesau ampliou abrangência da campanha. (Foto: Minamar Junior)Procura aumentou depois que Sesau ampliou abrangência da campanha. (Foto: Minamar Junior)

Gerente da unidade, Fabrini de Oliveira Macedo, de 33 anos, afirmou que a procura aumentou significativamente há 1 semana. Fabrini atribui a demanda às recentes mortes em decorrência da doença que foram notificadas pela Sesau e noticiadas em vários jornais de Campo Grande. “Se coloca um caso na mídia o povo fica enlouquecido”, disse.

Só nesta segunda-feira (9), cerca de 50 pessoas procuraram o setor de vacinação, mas a dose já está em falta. A previsão é que um novo estoque, com 100 unidades, chegue ainda hoje para garantir a 2ª fase de imunização de crianças.

Técnica de enfermagem na USB Dona Neta, Gisela Batista, de 29 anos, disse que muitos pacientes chegam a unidade comentando sobre a doença.

Mas a procura, afirmou, aumentou em todas as unidades. Na UBS do bairro Tiradentes, onde faz plantão, as 500 doses que chegaram na manhã de sábado saíram no mesmo dia. “Às 15h já não tinha”.

Eventos de Natal, inauguração de igreja e obras interditam 9 ruas na Capital
A Agetran (Agência Municial de Transporte e Trânsito) informa que pelo menos 9 ruas terão o tráfego impedido neste domingo (17) em Campo Grande. O fe...
Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...


Quando eu estava na fila para vacinar no posto Tiradentes foi anunciado que as doses estavam acabando e não tinha mais na cidade. Deram senhas e consegui vacinar apenas meu filho, mas tudo bem a prioridade é ele. Fiquei 2 horas na fila. Estava lotado.
 
Adriana Gomes Gusman em 10/07/2012 10:08:17
PALHAÇADA É ESSA ABRE PARA A POPULAÇÃO E NÃO TEM AS VACINAS E AINDA TEM AGENTE DE SAUDE FALANDO QUE O POVO FICA DOIDO COM A DIVULGAÇÃO NA MIDIA!
 
solange onara em 10/07/2012 08:13:00
A Secretaria Municipal de Saúde, deveria fazer uma programação de estoques da vacina para abrir para a população em geral, isso é uma irresponsabilidade pois agora pode deixar de imunizar os grupos de risco, nossa saúde de Campo Grande vai de mal a pior, agora só falta eles culparem pela falta da vacina o Governo Federal, como diria o Boris "isso é uma vergonha"
 
Jair Terra em 09/07/2012 09:09:35
Concordo em número, gênero e grau.
 
Dyego Ramos em 09/07/2012 08:34:00
A população deveria ser avisada em quais postos encontra a vacina pois ficam jogando de um lado para outro e não se consegue vacinar aquelas pessoas que não fazem parte daquele primeiro lote do grupo de risco.
A imprensa tem mais que noticiar pois a saúde pública está falida e a população abandonada.
 
Ione Alves em 09/07/2012 05:37:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions