A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

12/03/2016 09:28

Família de motorista morto em assalto se revolta e pede mais segurança

Renata Volpe Haddad
Jean de Campos Rodrigues, motorista morto nesta madrugada, deixa esposa e cinco filhos.  (Foto: Direto das Ruas)Jean de Campos Rodrigues, motorista morto nesta madrugada, deixa esposa e cinco filhos. (Foto: Direto das Ruas)

A família de Jean de Campos Rodrigues, 40, que morreu vítima de esfaqueamento, após reagir a um assalto na madrugada deste sábado (12) está revoltada e cobra segurança das autoridades e políticos de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o cunhado da vítima que quis ser identificado apenas como Vagner, Jean era muito trabalhador e sempre sonhou em ser motorista de ônibus de viagem. "Em busca de trabalho e uma boa oportunidade, meu cunhado saiu de Corumbá e veio para Campo Grande com a família e sempre trabalhou como motorista", conta.

Revoltado, Vagner diz que o carro do cunhado era velho, mas isso não impediu o roubo. "Ele tinha um carro velho para ir e voltar do trabalho, e nem isso fez com que esse bandido não roubasse, e para tentar reaver o que ele conquistou trabalhando e não roubando, foi morto cruelmente", lamenta.

O cunhado desabafa ainda que a população se tornou refém dos bandidos e que os trabalhadores têm que andar de cabeça baixa na rua.

"Eu tenho certeza que não vai demorar muito para esse bandido que matou meu cunhado estar em liberdade e é triste saber que Jean é só mais um que entra para estatística de crueldade. Nossos governantes precisam se atentar a isso, pois metade do nosso salário vai para imposto e não temos segurança", diz.

Jean era natural de Corumbá, morava há 12 anos na Capital, era evangélico e deixa cinco filhos e esposa. A família ainda decide onde será o funeral e enterro.

Caso - Jean morreu após entrar em luta corporal com um homem que havia roubado seu veículo e acabou sendo esfaqueado no tórax pelo bandido. O caso aconteceu por volta de 03h50 deste sábado (12), no Jardim América, em Campo Grande.

A vítima era motorista da empresa de ônibus de turismo Eucatur e quando chegava para trabalhar durante a madrugada, estacionou o veículo, um VW Santana de cor preta na frente da empresa e entrou para bater o ponto.

Quando retornou ao veículo para pegar os pertences, percebeu que o carro havia sido roubado. No momento, Jean saiu com um colega para procurar o veículo, quando o avistou a poucas quadras de distância.

A vítima então, entrou em luta corporal com o assaltante e quando os amigos de Jean foram tentar ajudar, ele já havia sido golpeado por uma faca na região do tórax.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions