A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

01/05/2017 09:44

Fiéis se reúnem em missa e protestam contra reformas do governo Temer

Ricardo Campos Jr. e Willian Leite
Padres posicionados para a celebração em frente a fieis com cartazes contra a reforma da Previdência (Foto: Willian Leite)Padres posicionados para a celebração em frente a fieis com cartazes contra a reforma da Previdência (Foto: Willian Leite)
Fieis acompanham celebração de São José Operário na paróquia São Francisco de Assis (Foto: Willian Leite)Fieis acompanham celebração de São José Operário na paróquia São Francisco de Assis (Foto: Willian Leite)

Em comemoração à festa litúrgica de São José Operário, que coincide com o Dia do Trabalho, fiéis católicos se reúnem nesta segunda-feira (1º) em uma celebração eucarística na paróquia São Francisco de Assis, em Campo Grande. Alguns fiéis seguravam placas contra a Reforma da Previdência, além de bandeiras do Brasil.

Apesar de todos os protestos, a administradora Sônia Minder, 50 anos, resume o verdadeiro sentido da missa, que recorda os sacrifícios cotidianos dos trabalhadores em busca do sustento e pede a Deus pelos desempregados.

“Essa celebração significa a santificação do trabalho humano. Assim como o pão e o vinho são transformados no Corpo e no Sangue de Cristo no altar, o trabalho do homem é santificado no mesmo altar”, afirma a fiel.

O padre Agenor Martins da Silva, que preside a celebração, explica que a memória de São José Operário existe há centenas de anos dentro da Igreja Católica.

“A intenção é celebrar Jesus, que é o filho do carpinteiro (Mt 13,55). Ao celebrar o Dia do Trabalhador em tempos de conflitos e mudanças na lei trabalhista, a Igreja quer dar a sua contribuição ao valorizar o trabalhador”, explica.

Os fiéis foram reunidos fora do templo antes do início da celebração para apresentações culturais, entre elas, danças típicas de um grupo indígena Guarany-kaiwá e cirandas.

Ao fim da missa, será lida uma carta do arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, que reflete sobre o panorama sócio-político atual do país. Para ele, os tempos têm sido difíceis, com o fechamento de postos de trabalho em função da retração econômica, "deixando milhões de famílias inseguras e desesperançadas".

Dimas opina ainda, especificamente sobre as alterações nas regras da aposentadoria, que a forma como os governantes tratam o tema é "bastante falha". Ele prega maior discussão com a sociedade sobre o assunto de forma que as análises não sejam baseadas apenas em números para "evitar que justamente os mais vulneráveis sejam prejudicados em seus direitos".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions