A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

17/10/2014 18:21

Fogo é o 2º da semana e moradores temem que chamas atinjam casas

Lidiane Kober e Filipe Prado
Segundo bombeiros, fogo se alastrou rapidamente por causa de alta quantia de material orgânico (Foto: Marcos Ermínio)Segundo bombeiros, fogo se alastrou rapidamente por causa de alta quantia de material orgânico (Foto: Marcos Ermínio)

O incêndio em terreno baldio, na Avenida Ricardo Brandão, próximo a Uniderp/Anhanguera, é o segundo da semana. O primeiro foi registrado na segunda-feira (13) e os moradores das redondezas temem que as chamam atinjam suas casas.

A preocupação é o resultado da proximidade do terreno baldio com as residências e o aumento do vento, no início da noite de hoje (17). Para piorar a situação, o Corpo de Bombeiros ficou um tempo sem água para combater as chamas.

“Estou com muito medo de o fogo chegar na minha casa, porque o mato termina nela”, comentou Narrima Stein, de 60 anos. O marido dela, Fernando de Senzo, 70 anos, viu o início do incêndio.

“Estava saindo de casa, quando vi o fogo alto e avisei a vizinha para acionar os bombeiros”, relatou. “Também estou com medo, porque, só nesta semana é o segundo registro. Na segunda-feira, as chamas estavam próximas da minha casa e peguei a mangueira para amenizar até os bombeiros chegarem”, completou.

Com apenas uma viatura auto-bomba, o Corpo de Bombeiros chegou a ficar sem água. Por isso, eles foram obrigados a paralisar os trabalhos até chegar caminhão pipa. Mesmo assim, eles tranquilizaram os moradores e afastaram a chance de o incêndio chegar às casas.

Moradores estão com medo de chamas atingirem casas (Foto: Marcos Ermínio)Moradores estão com medo de chamas atingirem casas (Foto: Marcos Ermínio)
Bombeiros ficaram sem água até caminhão pipa chegar (Foto: Marcos Ermínio)Bombeiros ficaram sem água até caminhão pipa chegar (Foto: Marcos Ermínio)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions