A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/01/2014 16:09

Frequentadores reclamam da falta de manutenção da Orla Morena

Filipe Prado
O piso está saindo pela falta de manutenção (Foto: Marcos Ermínio)O piso está saindo pela falta de manutenção (Foto: Marcos Ermínio)

Pela falta de manutenção em alguns pontos da Orla Morena, localizada na Avenida Noroeste, frequentadores reclamam da degradação do local. Os 2,5 quilômetros do calçadão, que dividem a avenida, foram inaugurados em 2010, mas não estão sendo conservados corretamente.

Os frequentadores da Orla comentam que mesmo que o local esteja, a primeira vista, bonito, algumas manutenções devem ser feitas. “Eu vejo que as pessoas reclamam do local e acho que tem que melhorar”, relata o analista de sistemas Vinícius Antunes, 21 anos.

Mas para quem trabalha no local, a situação é mais urgente. Para Renata Silva de Souza, 1ª secretária da Feira da Orla Morena, as condições das pedras portuguesas são ruins. “Em alguns pontos as pedras do calçadão estão soltas. Há um tempo uma senhora tropeçou e caiu, por conta delas”, comenta.

“A Orla fica com uma aparência muito feia e isso nos prejudica”, acrescenta Renata. Ela conta que não há banheiros para os feirantes e nem para os frequentadores do local. “Eu fico das 16h30 até as 23h30 aqui e não tem um banheiro para eu ir. Às vezes tenho que deixar minha barraca sozinha para poder ir ao banheiro de casa”.

Mas para alguns que frequentadores da Orla, é necessário a manutenção, mas o local ainda está conservado. “Aqui é bom, mas sempre precisa de manutenção, por conta do grande fluxo de pessoas”, comenta Roger Silveira, 20.

O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Vários pontos estão com as pedras soltas (Foto: Marcos Ermínio)Vários pontos estão com as pedras soltas (Foto: Marcos Ermínio)
Renata comenta que a falta de manutenção prejudica os feirantes (Foto: Marcos Ermínio)Renata comenta que a falta de manutenção prejudica os feirantes (Foto: Marcos Ermínio)


Ando todos os dias na Orla, mas está se acabando. A sujeira em locais como a pista de skate é tremenda, as luzes internas no chão que se quebraram nunca foram trocadas, as árvores que não vingaram não foram trocadas, as pedras da feirinha estão se soltando e não estão sendo arrumadas, aliás, essas pedras nunca deveriam estar ali, era cimento e trocaram não se sabe o motivo, de certo para faturar de novo. Tem terra em todo lugar. É lamentável.
 
Osvaldo Antunes Arantesb em 06/01/2014 08:43:48
O que ajuda a destruir o piso deste local, são os carros dos feirantes que precisam subir para descarregar seus produtos. Tem que usar carrinhos de cargas para isso e não subir na calçadas com os caros.
 
José Geraldo em 06/01/2014 08:32:29
É preciso FISCALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO pois os problemas existem.
Agora os frequentadores da Orla (alguns poucos) são mau educados com relação aos
cuidados com o lixo, vejo principalmente alguns jovens que não tem preocupação nenhuma com o bem estar da Orla.
Sr. Prefeito põe gente para fiscalizar e educar, aquilo custou dinheiro.
Educar para o bem da coletividade, passou da hora de começar...
 
haroldo silveira em 05/01/2014 16:58:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions