A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/07/2013 10:14

Frio reduz custo de produção e preço de hortaliças deve cair se não gear

Aliny Mary Dias
Quedas nos preços das hortaliças não é realidade para as frutas e legumes (Foto: Marcos Ermínio)Quedas nos preços das hortaliças não é realidade para as frutas e legumes (Foto: Marcos Ermínio)

Alvo de reclamações de alguns, as baixas temperaturas que atingiram Mato Grosso do Sul esta semana são comemoradas por produtores de hortaliças. O motivo é que com o frio, mesmo com a sensação térmica de até -5º C, as verduras crescem mais, o custo da produção diminui e o consumidor deve ser beneficiado com a queda nos preços.

Proprietário de uma horta que tem como carro-chefe a produção de alfaces, Domingos Vieira, 58 anos, explica que as baixas temperaturas são ideais para o cultivo dos itens. “Tudo fica melhor com o frio, o problema é se gear, aí nós podemos ter uma perda muito grande”, explica.

A alface, a cebolinha e o cheiro verde são algumas das hortaliças que mais se desenvolvem no frio. A alface, por exemplo, leva em média 40 dias para ser colhida após o plantio, mas com o tempo frio, o pé está em ponto de colheita com 30 dias.

Legumes e frutas devem ter preço elevado em razão das geadas (Foto: Marcos Ermínio)Legumes e frutas devem ter preço elevado em razão das geadas (Foto: Marcos Ermínio)

Com 30 anos de experiência em cultivo de hortaliças, Adão Amansil, 53 anos, explica que com o crescimento acelerado, a colocação de adubo na terra também diminui. “Nós colocamos pouquíssimo adubo e as plantas crescem bastante. Nosso custo fica bem reduzido”, conta.

Além de menos gastos com adubos e mais rapidez na colheita, os agrotóxicos são praticamente extintos na produção. E a explicação está na ponta da língua de quem lida diariamente com a plantação. “É simples, os insetos não resistem ao frio e o tempo vira um agrotóxico natural”, explica o cultivador Fausto Santos Ortega, de 42 anos.

Segundo o coordenador da divisão de mercado e estatística da Ceasa (Central de Abastecimento de Mato Grosso do Sul), Cristiano chaves, a diminuição dos custos do campo ainda não foram sentidos na distribuição, mas os preços devem começar a cair nos próximos dias.

“Além da baixa dos custos para o produtor, a demanda de mercado também diminui porque as pessoas não comem muitas saladas no frio”, analisa Chaves.

Em contrapartida, a notícia ruim é trazida pelos legumes e frutas que tendem a aumentar os preços. Na última semana, as perdas foram grandes para os produtores e o tomate, por exemplo, teve aumento de 42%.

Na última sexta-feira, o tomate custava R$ 1,40 e ontem o preço saltou para R$ 2. As frutas também devem ter aumento significativo nos próximos dias, afirma o coordenador de centro.

Alfaces, por exemplo, podem ser colhidos em 30 dias ao invés de 40 (Foto: Marcos Ermínio)Alfaces, por exemplo, podem ser colhidos em 30 dias ao invés de 40 (Foto: Marcos Ermínio)
Homem é baleado nas costas enquanto caminhava na 14 de Julho
Jovem de 23 anos foi baleado nas costas enquanto caminhava na Rua 14 de Julho, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande. Hugo Vinícius Crisanto de Lima fo...
Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...


sobre fases da lua? trabalhei com hortaliças no rio grande do sul por 6 anos, sou formado em técnico em agropecuária, mas sobre o transplante agente nunca mencionou fase de lua por ter uma produção grande e se limitar a fases da lua o ciclo produtivo fica prejudicado.
 
maarcio farias silveira em 02/08/2013 11:49:05
Queria saber, qual a melhor fase da lua, para replantar cebolinha, se possível, fico muito grato desde já pela informação. abraços.
 
Mário César Medeiros em 29/07/2013 16:27:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions