ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Garota de programa é esfaqueada por pastor em motel

Vítima foi socorrida em estado grave e suposto pastor fugiu após ela pedir socorro

Por Ana Paula Chuva e Mirian Machado | 12/10/2021 16:37
Viaturas da Polícia Militar em frente ao motel na noite de ontem.(Foto: Direto das Ruas)
Viaturas da Polícia Militar em frente ao motel na noite de ontem.(Foto: Direto das Ruas)

Mulher, que não teve a identidade revelada, foi socorrida na noite desta segunda-feira (11), após ser esfaqueada em um motel no Jardim Tijuca, em Campo Grande. Segundo a vítima, o agressor é um pastor de Goiás (GO).

A mulher foi atingida no pescoço e quadril. Depois das agressões, o autor fugiu.

Segundo boletim de ocorrência, registrado na DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), a vítima foi contratada pelo autor e por volta de meio dia de ontem, os dois chegaram ao motel.

No final da tarde, o homem foi até a recepção para encerrar a conta sozinho. Ele foi informado pelos funcionários que antes de fechar a conta, precisariam ir até o quarto ver a situação da acompanhante. Quando chegaram no local, encontraram a vítima no corredor sangrando e gritando por socorro, momento em que o agressor fugiu.

Os funcionários do motel se esconderam com a vítima na recepção, trancaram portas e janelas e acionaram o Corpo de Bombeiros e a PM (Polícia Militar). No local, os militares prestaram socorro à mulher e fizeram buscas pelo autor, que não foi encontrado.

Uma amiga da vítima, que prefere não se identificar, contou à reportagem que a garota chegou para o atendimento e disse que o autor foi muito educado, não levantando qualquer suspeita.

Após o programa, ela foi até o banheiro para se vestir, momento que o cliente chegou por trás já colocando a faca em seu pescoço. A vítima teria ainda tentado se defender e acertando o rosto do autor com a mesma faca usada contra ela.

Ela foi encaminhada para atendimento em uma unidade de saúde da Capital com um corte profundo no pescoço e ferimento no quadril. No local, a polícia apreendeu roupas, um cachimbo e cartões de acesso emitidos pelo motel, que indica horários de entrada e saída. A faca usada no crime não foi encontrada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário