A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/10/2015 08:36

Garoto ferido em colisão estava sem capacete e dono de moto é preso

Filipe Prado e Luana Rodrigues

O adolescente João Vitor Teles Lázaro, 15 anos, internado em estado grave na Santa Casa após acidente entre a motocicleta que pilotava e um veículo Fiato Pálio, no Jardim Campo Nobre, não usava capacete. Ele sofreu traumatismo craniano encefálico e passa por atendimento no hospital.

Segundo o delegado Reginaldo Salomão, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga, o acidente ocorreu por volta das 19h30 desta terça-feira (6), na Rua dos Topógrafos. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros atenderam a ocorrência.

João Vitor está na Santa Casa, internado na ala vermelha e passa por atendimento neurológico, conforme a assessoria de imprensa do hospital.

RouboEdgar Aparecido da Silva Pinto, 36 anos, foi até a delegacia registrar uma ocorrência, alegando que a sua motocicleta, uma Honda CG 125, havia sido roubada por duas pessoas, enquanto ele trafegava pela Avenida dos Cafezais.

No local, a avó do adolescente reconheceu a motocicleta e o rapaz, afirmando que a veículo que estava em posse do menor, seria dele. Então Edgar fugiu. A Polícia Civil começou a investigar o caso, chegando a um tio da vítima, que assegurou que o suspeito entregou a moto para João Vitor por livre e espontânea vontade.

Edgar foi preso em flagrante pelos crimes de falsa comunicação de crime e entregar veículo a pessoa não habilitada.

Adolescente é internado em estado grave ao sofrer acidente no Campo Nobre
Um adolescente de 15 anos foi internado na Santa Casa em estado grave, na noite desta terça-feira (7), após colidir a moto que pilotava contra um car...
EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...


infelizmente esse tipo de atitude é muito comum nos bairros da periferia da cidade. menores pilotando em alta velocidade, sem proteção individual e muitas vezes com a aquiescência da família. Depois vão pais, maẽs, tios, avós e mais um mundo de gente reclamar que não tem vagas no hospital e que o "coitadinho" do parente ta no corredor sem atendimento. Falta consciência dos responsáveis e MUITA punição aos irresponsáveis. Eh Brasil!
 
Alex André de Souza em 07/10/2015 08:53:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions