A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

11/05/2014 17:37

Gesseiro de 21 anos é executado por dupla de moto na Marechal Deodoro

Kleber Clajus e Viviane Oliveira
Motocicleta ficou na rua, ao lado do corpo da vítima que foi executada. (Fotos: Cleber Gellio)Motocicleta ficou na rua, ao lado do corpo da vítima que foi executada. (Fotos: Cleber Gellio)

O gesseiro Andrey Rodrigues da Silva, de 21 anos, foi executado, neste domingo (11), por dois homens, que estavam em uma motocicleta,  na rua Urubupungá com a avenida Ernesto Geisel, bairro Guanandi, em Campo Grande. Atingido no peito ele conseguiu conduzir a moto, em que estava com a esposa, até a Avenida Marechal Deodoro, onde caiu morto.

De acordo com Priscila Daiane Souza, 24 anos, dois homens os fecharam e o garupa disparou contra eles. Andrey chegou a pedir que ela ficasse abaixada.

“Ele me disse que não estava mais aguentando e caiu”, contou a esposa do gesseiro, que teve ferimentos na perna com a queda de moto.

A mulher da vítima estava com ele na moto quando crime aconteceu.A mulher da vítima estava com ele na moto quando crime aconteceu.

A mãe do rapaz, Neiva Rodrigues Ferreira, 47 anos, foi até o local e disse que deixará para Deus a punição dos autores do crime.

Ela também disse que o filho, quando adolescente, chegou a ser internado por um ano em uma Unei (Unidade Educacional de Internação), em virtude de roubo a um mercado na Vila Nogueira. Contudo, estava refazendo a vida junto com a esposa e o filho de seis meses de idade.

“Estou sentido uma dor muito grande ao ver meu filho estirado no asfalto como se fosse um bicho. Hoje o dia das mães está sendo muito triste. Vou entregar na mão de Deus a punição de quem fez isso”, disse Neiva.

O trabalho da perícia e da Polícia Civil provocou a interdição da Marechal Deodoro, sentido Bairro/Centro.



é uma vergonha esses crimes de pistolagem ainda frequente em nosso estado isso é porque os mandantes nunca são punidos enquanto a justiça não punir o mandante com rigor essa situação continuara, pela certeza da impunidade. A quase 4 anos meu irmão foi executado e o mandante indiciado e o que aconteceu? até agora nada nem as oitivas isso é revoltante é um verdadeiro absurdo, um descaso com a vida e é por isso que ainda vai acontecer tantos outros pois a justiça não condena todos que deveria ser punido.
 
Rosangela Costa Carneiro em 12/05/2014 08:48:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions