A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/01/2013 16:39

Golpista preso usava dados de empresas para compras pela internet

Viviane Oliveira e Helton Verão
Marcos foi preso em flagrante na manhã de hoje. (Foto: Rodrigo Pazinato)Marcos foi preso em flagrante na manhã de hoje. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Com ele foi apreendido uma mala com vários documentos, notas fiscais, cartões de banco e folhas de cheque. (Foto: Rodrigo Pazinato)Com ele foi apreendido uma mala com vários documentos, notas fiscais, cartões de banco e folhas de cheque. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Um homem de 33 anos foi preso em flagrante por estelionato na manhã desta segunda-feira (7) no Jardim Leblon, em Campo Grande. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Valmir Moura Fé, Marcos Recaldes Aveiro aplicou pelo menos 20 golpes usando CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) de empresas.

De acordo com o delegado, o estelionatário comprava produtos de eletroeletrônico em um site de vendas pela internet. Antes de fazer o pedido, Marcos procurava conhecer a rotina da empresa vítima do golpe, o dia e o horário que a transportadora iria fazer a entrega.

Quando a transportadora chegava com os produtos, no endereço da empresa, Marcos se passava por funcionário, assinava a nota de entrega e pegava a mercadoria solicitada por ele.

No último golpe, o dono de uma empresa de informática no bairro Leblon só descobriu depois que recebeu na última quinta-feira (3) um e-mail dizendo que a mercadoria dele, dois celulares no valor de R$ 2 mil cada um, iria atrasar um pouco.

A vítima procurou a Polícia e indicou o dia que a transportadora faria a entrega no local. Hoje de manhã os policiais ficaram no local e flagram o momento em que o caminhão de entrega chegou e Marcos, que estava aguardando dentro de um veículo, foi receber a mercadoria. Ele foi preso no momento em que pegava os produtos. 

Com ele foi apreendido uma mala com vários documentos, notas fiscais, cartões de banco e folhas de cheque. Marcos foi preso em flagrante por estelionato e já tinha passagem pela Polícia por porte ilegal de arma de fogo e lavagem de dinheiro.

Em entrevista ao Campo Grande News o estelionatário disse que um funcionário da empresa o convidou para fazer esses golpes dizendo que a empresa estava falindo. Segundo ele, ficaria com a metade dos lucros.

Conforme o delegado, a vítima afirmou que nunca viu Marcos e que a empresa está muito bem financeiramente. “Ele disse que desde novembro vem agindo na cidade. Com ele preso pretendemos esclarecer outros golpes”, finaliza. 

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba segue sendo realizada
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Com inspiração japonesa, luzes vão iluminar compras no Centro
Iluminação especial passa a ser adotada, nesta quarta-feira (13), na região central de Campo Grande. Dezesseis estruturas de alumínio, com lâmpadas d...


conheço esse cidadão, sempre deu golpe na praça na area de informatica, começou primeiro dando balão em pessoas fisicas, olha só evoluiu, agora so da balão em empresas. da nisso ai querer tirar o que não é seu. o cara la de cima ta Vendo.
 
Caio Martins em 08/01/2013 20:08:29
a casa caiu milene
 
Paula Santos em 08/01/2013 07:29:39
Ja conheço esse cidadão de outros carnavais, ele licitava produto de informatica e ao entregar o produto, entregava com peças defeituosas e usadas. Ao reclamar, recolhia as peças e não mais devolvia. Nada adianta enganar as pessoas que um dia a casa cai.
 
Junior Lopes em 08/01/2013 07:26:29
É de fato as nossas leis são muitas , mas a eficácia é fraca! Quando foram criadas ja foram analisadas de forma que o rabo não prendesse ao fechar das portas, portanto se o poder judiciário não revitalizar este código penal, vai continuar este descontrole na sociedade, quem luta pra conquistar alguma coisa com dignidade vai ficar pagando e perecendo pela bandidagem e malandragem.ex Na constituição deram o poder de policia a PRF, ficou pior a fiscalização , hoje a malandragem sobe e desce com carros roubados , tráfico, enfim no que resolveu as leis não ajudam,e ainda perdemos a instituição que ajudava em primeiros socorros e tinha presença nas estradas.
 
Ado Filho em 07/01/2013 18:39:30
não dá pra entender compras pela internet é pago sempre adiantado com boleto ou cartão ,após comfirmado pela empresa vendedora do pagamento, ai vem a entrega do produto !!

 
ed willian nunes em 07/01/2013 18:16:36
Digo e sempre repito, a criminalidade de hoje é a causa de um setor jurídico fraco com leis fracas e que não tem interesse de melhorar pois os bandidos não estão lhe pertubando e nenhuma forma, nós cidadãos eos políciais tem de aturar estes bandidos que são benefíciados pela nossa justiça(que trabalha somente para o crime). Depois tem pessoas que insiste em dizer que a culpa é da polícia, a polícia prende e quem matém na cadeia é o juíz(mas ele solta!). É comprovado pelas polícias, mídias e povo que 98% dos criminosos são reincidentes, então porque colocá-los nas ruas se vão voltar ao crime? Porque eles não assaltam,matam,sequestram,torturam,estrupam,etc... pessoas do legislativo, judiciario e executivo, que se ferra éo povo !
 
Alexandre de Souza em 07/01/2013 17:16:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions