ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Governo de MS abre licitação para modernização do Aeroporto de Dourados

Atualmente aeroporto está em obras que no total somam R$ 50 milhões

Por Jhefferson Gamarra | 20/05/2022 13:18
Aeroporto de Dourados que já está em obras passará por modernização (Foto: Reprodução)
Aeroporto de Dourados que já está em obras passará por modernização (Foto: Reprodução)

Após autorização dada em março pelo Governo Federal, o governo do Mato Grosso do Sul abriu processo licitatório para contratação das obras de modernização no Aeroporto de Dourados, a 229 quilômetros de Campo Grande. No total, serão investidos R$ 505 mil de recursos do Fnac (Fundo Nacional de Aviação Civil).

O tipo da concorrência no certame será por menor preço e abertura das propostas está agendada para 6 de junho. A modernização faz parte de um planejamento estratégico do Governo Federal para desenvolver a aviação regional e impulsionar a economia da região. Dourados é a cidade mais populosa do interior , está próxima da fronteira do Brasil com o Paraguai e é passagem dos turistas em direção a Bonito e ao Pantanal.

A principal intervenção nesta modernização será a construção de um novo terminal de passageiros, mas há previsão de seção contra incêndio e estação prestadora de serviços de telecomunicações, entre outras edificações.

O projeto no aeródromo de Dourados deverá adotar a BIM (sigla em inglês para Modelagem de Informação da Construção) nas edificações. Trata-se de tecnologia de “construção inteligente”, que reduz os custos das obras públicas, garantindo mais eficiência e qualidade no resultado. Além de Dourados, outros 19 aeroportos regionais do país têm sido modernizados conforme os critérios BIM.

Em obras - Atualmente, o aeroporto está fechado para execução das obras de restauração da pista de pouso e decolagem, regularização das faixas de pista e áreas de segurança, drenagem, colocação de cerca operacional e trabalhos de terraplenagem das áreas destinadas às futuras edificações.

Os trabalhos em andamento devem ser concluídos até o fim do ano, quando está prevista a reabertura do aeroporto para pousos e decolagens. Os investimentos nessa primeira etapa de intervenções são do Fnac e somam R$ 50 milhões. Os serviços são executados pelo Exército Brasileiro, por meio de parceria firmada com o Ministério da Infraestrutura.

Nos siga no Google Notícias