A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

10/06/2016 18:45

Governo de MS vai distribuir mais 20 mil doses da vacina aos municípios

Paulo Yafusso e Michel Faustino
As medidas de combate a gripe H1N1 foram anunciadas pela promotora de Justiça Filomena Fluminhan e pelo secretário de Saúde da Capital, Ivandro Fonseca (Foto: Michel Faustino)As medidas de combate a gripe H1N1 foram anunciadas pela promotora de Justiça Filomena Fluminhan e pelo secretário de Saúde da Capital, Ivandro Fonseca (Foto: Michel Faustino)

A Secretaria de Estado de Saúde vai fornecer mais 20 mil doses da vacina contra a gripe ao municípios e a distribuição começa neste fim de semana. A informação foi divulgação pela promotora de Justiça Filomena Fluminhan, em entrevista coletiva na sede das Promotorias em Campo Grande, na tarde desta sexta-feira (10)

A promotora, que atua na área da saúde, disse que desse total 5.500 serão para Campo Grande, para que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) possa atingir a meta de imunizar 80% das gestantes. Filomena Fluminhan disse que neste sábado (11) a Capital já vai receber 2.500 doses.
O restante – 3 mil doses - será entregue na próxima semana.

O titular da Sesau, Ivandro Fonseca, que participou da coletiva à imprensa, disse que neste ano já recebeu 196 mil doses da vacina. Durante a campanha, foram atendidas 71% das gestantes e 73% das crianças, portanto, pouco abaixo da meta que é atingir o índice de cobertura vacinal de 80%.

Ficou acertado também que, caso haja sobra de doses, elas serão destinadas a atender pacientes com doenças graves. Filomena Fluminhan afirmou ainda, que fez a recomendação à Sesau para que adote protocolo de atendimento aos pacientes que chegam com sintoma da gripe H1N1 nas unidades de saúde pública, para evitar o agravamento do quadro.

Ivandro Fonseca disse que a Sesau já fez o planejamento para atender a demanda de pacientes com sintomas da gripe. Segundo ele, no mês passado já foi feita a capacitação dos servidores que trabalham nas unidades de saúde, para que eles possam atuar rapidamente em casos de pessoas com sintomas de H1N1.

Segundo o secretário, a orientação é para que os pacientes com sintomas da gripe H1N1 sejam atendidos no máximo em uma hora, e recebam tratamento para esse tipo de caso em 48 horas. Ivandro Fonseca afirmou que em Campo Grande foram registrados neste ano 12 mortes pela gripe H1N1, número abaixo do nível de alerta fixado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), que é de 1% da população.

Sobre a denúncia de sumiço de doses da vacina contra a gripe em Campo Grande, a promotora de Justiça disse que foi aberto um inquérito que está sem andamento. Já o secretário Ivandro Fonseca disse que a Sesau abriu sindicância para apurar a denúncia. Enfatizou, porém, que deve prevalecer a presunção da inocência, e que, por isso, quem denunciar terá que provar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions