ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Governo Federal estuda privatização de três rodovias no Estado

Wendell Reis | 25/02/2012 12:17

A presidenta da República, Dilma Rousseff (PT), autorizou o ministério dos transportes a estudar a possibilidade de conceder para a iniciativa privada a administração de 9 mil quilômetros de rodovias federais.

Ao comentar a possibilidade, o ministro Paulo Sérgio Passos revelou que três trechos de estradas em Mato Grosso do Sul - BR-163, BR-262 e BR-267 - podem vir a ser administradas pela iniciativa privada.

Apesar de realizar estudos, o Governo Federal pondera que somente uma pequena fatia destas estradas deve se transformar em concessões puras, que são os casos onde a cobrança de pedágio banca os investimentos. Nos demais trechos, o Governo avalia que não seria possível, já que o valor do pedágio teria que ser muito alto. Para resolver este impasse, o Governo deve optar por repasses anuais para completar o valor cobrado pelos pedágios.

Sem comando - A cúpula do Dnit foi punida com demissão em processo administrativo disciplinar no dia 2 de janeiro. Na ocasião, foram demitidos o superintendente, Marcelo Miranda, o chefe do Serviço de Engenharia, Guilherme Alcântara de Carvalho, e Carlos Roberto Milhorim, chefe do Dnit em Dourados.

O Dnit está sob o comando interino do engenheiro Antônio Carlos Nogueira desde a demissão de Marcelo Miranda, no início de janeiro. Porém, quando assumiu, Nogueira suspendeu oito licitações do órgão.

Com informações do Valor Econômico.

Nos siga no Google Notícias