A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/06/2012 10:26

Grupo ateia fogo no pelotão da Polícia Militar em Anhanduí

Ana Paula Carvalho e Nyelder Rodrigues

Homem tentou invadir o prédio utilizando um trator

Pelotão ficou destruído por dentro. Trator chegou a colidir com a parede (Foto: Simão Nogueira)Pelotão ficou destruído por dentro. Trator chegou a colidir com a parede (Foto: Simão Nogueira)

Um grupo de pessoas ateou fogo no pelotão da Polícia Militar (PM) no distrito de Anhanduí, no início da madrugada deste domingo (17). Um dos envolvidos tentou invadir o prédio utilizando um trator.

De acordo com a PM, a confusão começou quando quatro pessoas foram detidas após terem chegado fazendo algazarra em uma festa religiosa, no assentamento Sucesso.

O padre Francisco Eduardo celebrava uma missa em comemoração aos quatro anos da comunidade Sagrado Coração de Jesus, no assentamento, quando 20 ciclistas chegaram fazendo bagunça. Apenas dois deles eram moradores do assentamento, e não são integrantes da comunidade religiosa.

Segundo o padre, chegou a pedir silêncio ao grupo. "Logo quando chegaram, teve um que falou 'cala a boca que o padre tá rezando a missa'", conta.

Assustado com a situação, padre Francisco acionou a PM, que ao chegar no local apreendeu dois adolescentes e prendeu dois jovens. Durante a abordagem policial, o grupo chutou a viatura. A PM também encontrou garrafas de whisky nas mochilas deles.

Como os três policias que estavam de plantão deixaram a base para atender a ocorrência e levar os apreendidos e detidos para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, em Campo Grande, revoltados, amigos dos jovens aproveitaram para atear fogo no prédio.

Assim, que perceberam o que havia acontecido na sede do pelotão, os policiais acionaram a Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), Corpo de Bombeiros e reforço do 10º Batalhão.

Nove pessoas foram encaminhadas para a Depac (Foto: Minamar Júnior)Nove pessoas foram encaminhadas para a Depac (Foto: Minamar Júnior)

Em diligências pelo distrito, mais pessoas foram presas por envolvimento com o crime, entre eles um adolescente de 14 anos e uma menina de 13 anos.

Eles foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. Na casa de um deles, um homem identificado apenas como Genivaldo, os policiais encontraram uma espingarda calibre 22.

Após a confusão, um homem tentou invadir o prédio utilizando um dos tratores do assentamento. Ele chegou a bater na parede do pelotão e fugiu correndo em seguida. Havia um policial no local, que não conseguiu deter o autor, que ainda não foi encontrado.

Prédio - O pelotão ficou destruído, e vários móveis entre beliche, sofá, TV, e outros, foram queimados no incêndio, controlado pelo Corpo de Bombeiros.

O comandante do pelotão, tenente Caiçara, disse ao Campo Grande News que por enquanto eles continuarão realizando as rondas no distrito, mas que não há estrutura para ficar no prédio.

No momento da confusão, apenas três policiais estavam de plantão, número que para ele é suficiente para o local, considerado pequeno e pacato pelo tenente.

Moradores - A dona de casa Maria Rodrigues, de 53 anos, e o comerciante Eduardo da Costa, de 38 anos, contam que nunca viram algo parecido em Anhanduí, algo que os deixou assustados. Maria também reclama reclama do aumento de ocorrências policiais.

Para Maria, o efetivo policial não acompanhou o crescimento de Anhanduí. “Semana passada mesmo roubaram o salão da cabeleireira há duas quadras daqui. A gente liga aqui no pelotão para avisar algo, mas ninguém atende porque eles tem que sair pra fazer o trabalho deles. Aí fica tudo desprotegido", relata Maria Rodrigues.



Desrespeito Aldo nos sofremos nas negociações salarial,nas promoções,nas escalas e você ainda não acordou,oficial só fica do lado de oficial!!! Os praças é só um detalhe,não importa...
 
arivaldo paiva em 19/06/2012 08:48:31
Após tudo isso, os caras já estão soutos, essa é a resposta que o Estado esta dandop para a PM e para os populares de Anhandui.
 
Silvio Jorge em 18/06/2012 09:36:52
Estou com saudade dos velhos tempos quando o Coronel Adib encontrava na ativa.Ainda existiam contras....
 
Gerson Ribeiro em 18/06/2012 08:02:21
Gente, cadê os "Direitos Humanos" pra protegerem os "coitadinhos" dos desordeiros???? Será que não vão "judiar" deles? Tadinhos. Senhores, o que escrevi é ironia mesmo. Porque esse povo não aparece agora. Ah, devem aparecer, mas na Delegacia pra prestarem solidariedade aos meliantes. Infelizmente, os valores estão invertidos. Parabéns à PM por ter prendido essa quadrilha.
 
Sérgio Rodrgues Maciel em 17/06/2012 12:21:16
Que absurdo desrespeitaram totalmente a policia, isso é preocupante acredito que todos os que participaram tem certeza da impunidade.
 
Nilson André dos Santos em 17/06/2012 12:14:28
Senhor Comandante Geral, o Sr. sempre esteve ao lado de sua tropa, tal atitude de covardia deve ser debelada da mais mais enérgica e profícua possível. Nos fazemos parte da instituição que todos sabemos " separa a sociedade do caos". tal ato de desrrespeito ao Estado Democrático de Direito e as suas isntiuições devem ser exemplarmente punidas, devemos demonstrar o valor da Gloriosa!!!
 
ALDO LUIZ DE SOUZA em 17/06/2012 12:07:47
O NÚMERO DE POLICIAIS ALÍ NA REGIÃO É PEQUENO SE FOR SOMENTE TREIS, POIS TEM VÁRIOS ASSENTAMENTOS AO REDOR DE ANHANDUÍ, TRATA-SE DE UM DISTRITO JÁ POPULOSO INTEGRANDO A ZONA RURAL, SE FAZ NECESSÁRIO NO MÍNIMO 10(DEZ) O EFETIVO DALÍ, POIS CADA DESLOCAMENTO DA TROPA, SAI DOIS E FICA UM SÓ, É INSUFICIENTE GOVERNADOR, SECRETÁRIO E COMANDANTE DA POLÍCIA DO INTERIOR, URGENTE, ISSO SÓ FOI O SINAL DO PIOR
 
pedro braga em 17/06/2012 11:56:53
A Pm tá indo pelo caminho errado... Fica nessa conversa de policiamento comunitário e tá esquecendo de fazer o básico! Abordar e reprimir esses infratores. Lugar de polícia é na rua abordando e prendendo, não fazendo palestras, visitas e nem elegendo conselheiros que acham que são policias...
 
Carlos de Moraes em 17/06/2012 11:50:07
O progresso chegou em Anhanduí e com eles esses meliantes; mas conhecem um "tal" de ECA (Estatuto da Criança e Adolescente) e sabem mais de Leis que vc que está lendo agora...
 
Eduardo Marques Lucas em 17/06/2012 11:44:00
ELES FAZEM ESTA BAGUNÇA´PORQUE SÃO DEFENDIDO PELOS DIREIROS HUMANOS E A OAB, DEPOIS QUEREM SABER PORQUE O POLÍCIA AS VEZES MATA, NINGUÉM MORRE NA IGREJA RESANDO.
 
jorge ferreira em 17/06/2012 10:20:17
Não respeitam um culto religioso, não respeitam a polícia, não devem respeitar os pais. Infelizmente o cidadão honesto com essas leis entorta cárater, está refém dê todo tipo de violencia. E como ta seria bom acabar com a polícia. Contratar, psicologos, pedagogos, babás, o pessoal dos DH, afinal, pais, professores, policiais...ninguem + tem autoridade. Os políticos conseguiram implantar o Caos.
 
maria vieira em 17/06/2012 08:38:40
Se chegou a esse ponto foi por que encontraram espaço.

Mas comparar Anhandui com Rio de Janeiro e demais.
 
Antonio Lucas em 17/06/2012 08:21:33
CMT geral sempre estreve ao lado dos policiais ? Dos oficiais né ? Percebi isso na negociação salarial...
 
paulo roberto em 17/06/2012 06:27:22
olha se a pm nao punir com exito anhandui pode virar rio de janeiro que policial nao pode andar de onibus fardado mas respeito com nossa grandioza pm
 
milton aparecido miguel em 17/06/2012 05:09:11
É SÓ PRENDER OS RESPONSÁVEIS, REFORMAR O PELOTÃO COMPLETAMENTE, E EM SEGUIDA DIVIDIR A CONTA ENTRE ELES, MAIS A PENA PELO OCORRIDO. SÓ PRENDER NÃO ADIANTA, TEM QUE IMPUTAR RESPONSABILIDADES PELOS DANOS CAUSADOS.
 
valter antunes em 17/06/2012 04:58:10
Aos vândalos, pagar o patrimônio público e punição severa, sirva de lição para que outros menores protegidos pelo ECA não voltem a afrontar a sociedade novamente.
 
Marcos Rodrigue em 17/06/2012 04:13:25
Ai que saudade da T.O.R.A.!!!! Me pergunto até onde vai chegar!!!! Hoje é a polícia que fica acuada pelos bandidos! Cadeia neles!!!!
 
FABIO HENRIQUE S GASPAROTO em 17/06/2012 03:49:39
nossa eu como morador de anhandui fiquei muito contragido como isso senão daqui uns dias isso vira uma rotina
 
flavio gamarra em 17/06/2012 03:19:07
Ainda bem que eu ja tenho oficio,pedindo uma Delegacia de policia no nosso Amado e mais antigo Distrito do nosso Rico MS.SOS DR ANDRE
 
ernesto francisco dos santos em 17/06/2012 03:16:29
Se esses marginais não respeitam nem a policia, imaginem só o cidadão comum?
Queria ver eles fazerem isso aqui no Garras ou qualquer outra delegacia que fosse, dai teriam o que todo vagabundo e vandalo imundo merece. Tem que jogar na cadeia e jogar a chave fora, são os tipinhos sem futuro, peso para a sociedade.
 
Julio Martini em 17/06/2012 03:12:29
Olha...... sinceramente, como sugestão.. rsrssrs (desculpem-me pelo cinismo).. mas que tal a policia militar, levar os que foram presos de NAVIO PRA CORUMBÁ OU DE TREM PRA CUIABÁ? rsssrsrs sabem, quando eles chegariam? NUNCA!!!!!!!! e olha que, caso a PM faça isso, juro que eu VOU APLAUDIR! Chega desses chamados ADOLESCEWNTES fazerem badernas e ficarem impunes. Já passou da hora!!! Bast
a!
 
Gilson Giordano em 17/06/2012 02:41:10
Que saudade do meu tempo na ativa. Maj. Fernandes
 
José Fernandes de Moura em 17/06/2012 02:19:21
Precisamos de leis mais sérias e o fim do ECA! ai sim maioridade penal deve ser com DEZ anos de idade! Tolerância deve ser ZERO! e a polícia devia era descer o cacete!!
 
sandra lima em 17/06/2012 02:10:29
Ainda bem que não havia nenhum policial no posto na hora em que esses criminosos chegaram. Pois se houvesse garante que haveria gente morta, inclusive o policial que por ventura estivesse no local. Parece que a PM ta perdendo o respeito. PM pare de agradar vagabundo...... Parece que voces não conseguem garantir a ordem publica nem no posto que trabalham.....Mude essa visão de policial amiga.......
 
Antonio souza em 17/06/2012 01:54:15
Tem menor no meio.
Por favor avisem o Conselho Tutelar para ir proteger os nenéns.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Madalena Arre Pendi em 17/06/2012 01:25:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions