ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Grupo fortemente armado executa três homens com tiros na cabeça

Testemunhas contaram que o crime foi cometido por um grupo, de três homens e uma mulher, que chegou ao local fortemente armados

Por Viviane Oliveira | 31/10/2020 07:25
Estilhaços de vidro ficaram espalhados no carro de uma das vítimas (Foto: Marcos Maluf) 
Estilhaços de vidro ficaram espalhados no carro de uma das vítimas (Foto: Marcos Maluf)

Três homens foram executados por grupo fortemente armado na madrugada deste sábado (31), na Rua Augusta Rossini Guidi, no Jardim Sumatra, em Campo Grande. Alex Vilhagra Ifran, 24 anos, Marcos Antônio Cavalcante Américo, 36 anos, e Weslley da Silva Rodrigues Alves, 20 anos, foram mortos com disparos de pistola .40 e de calibre 12.

Conforme boletim de ocorrência, testemunhas contaram que o crime foi cometido por um grupo, de três homens e uma mulher, que chegou ao local fortemente armado em um carro parecido com Renault Sandero. Marco Antônio foi o primeiro a ser atingido por disparos de arma de calibre 12. Ele foi morto próximo de um veículo Ford Escort (placa de Cuiabá MT).

Marco Antônio foi morto próximo de um veículo Ford Escort (placa de Cuiabá MT). (Foto: Direto das Ruas) 
Marco Antônio foi morto próximo de um veículo Ford Escort (placa de Cuiabá MT). (Foto: Direto das Ruas)

As testemunhas contaram que os atiradores gritaram para que Marco Antônio saísse do carro, mas como não foram atendidos, abriram fogo e executaram a vítima com vários disparos na cabeça. Weslley da Silva também foi assassinado com disparos de pistola .40 e calibre 12 na cabeça, numa das pernas e quadril.

A terceira e a quarta vítima, Alex e a esposa de 22 anos, haviam acabado de chegar na casa de Weslley quando foram surpreendidos pelos atiradores. Alex ainda tentou fugir correndo, mas foi alcançado e morto com tiros na cabeça e na mão direita. A esposa acredita que Alex foi morto para não testemunhar o fato.

A jovem disse à polícia que só não foi morta porque a arma de uma dos atiradores falhou. Segundo relatos de moradores, a mulher que fazia parte do grupo de atiradores estava em estado de êxtase. Após o crime, os criminosos fugiram e ainda não foram identificados. Assista, abaixo, ao vídeo do local nesta manhã.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário