ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Grupos de evangélicos se reúnem em frente à UPA para orar por pacientes

Os fieis chegaram de carro e na frente da UPA oraram pedindo cura para os enfermos e repreendendo todo mal

Por Mariana Rodrigues | 28/03/2021 13:39
Grupo foi para frente da UPA Vila Almeida pedir por cura para enfermos. (Foto: Kísie Ainoã)
Grupo foi para frente da UPA Vila Almeida pedir por cura para enfermos. (Foto: Kísie Ainoã)

Neste domingo (28), grupo de fieis de igrejas evangélicas se reuniram em frente a Upa (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) Vila Almeida, em Campo Grande, para orar pelos doentes e por todos aqueles que estão lutando contra covid-19, após o aumento expressivo de casos confirmados e de pessoas internadas ou esperando por leitos em hospitais.

De acordo com a pastora Marcia Costa, 54 anos, da Igreja Batista Nazareno, conselho de pastores se reuniram e se mobilizaram para fazer orações em todas as Upas e unidades hospitalares. Ao todo são 31 grupos de evangélicos, só em Campo Grande que estão indo na frente dos hospitais para orar e ungir o local.

“Estamos mobilizando a cidade de Campo Grande, orando nos postos, no Hospital Regional, na Santa Casa e hospitais particulares. Oramos pela cura, cremos que Deus pode curar o maior número de pessoas”.

Pastora Marcia Costa, 54 anos, reuniu 11 pessoas da sua igreja para orar. (Foto: Kísie Ainoã)
Pastora Marcia Costa, 54 anos, reuniu 11 pessoas da sua igreja para orar. (Foto: Kísie Ainoã)

Marcia explica que não há um horário definido, cada pastor de cada igreja escolhe um horário e se organiza com grupo de fieis para ir até uma unidade e fazer o clamor. “Nós estamos em 11 pessoas, viemos para cá depois do culto na nossa igreja”, diz.

Os fieis chegaram de carro, e na frente da unidade de saúde levantaram um clamor, pedindo cura para os enfermos e repreendendo todo o mal. Com óleo, eles ungiram a frente da unidade e foram embora cerca de meia hora depois.

Evangélicos pediram por cura e repreenderam por todo mal da cidade. (Foto: Kísie Ainoã)
Evangélicos pediram por cura e repreenderam por todo mal da cidade. (Foto: Kísie Ainoã)

Minutos depois, mais um grupo de aproximadamente 15 pessoas chegou até a Upa também para orar. “Hoje, todos os pastores de Campo Grande estão em jejum e oração repreendendo todo o mal da cidade”, afirma a pastora Karina Sandim, 35 anos, da Igreja Efraim Shalon.

“Estamos pedindo para que Deus abençoe a cidade e os que estão na linha de frente do covid-19”, enfatiza.  O grupo ficou cerca de 20 minutos no local, fizeram a oração e foram embora.

Na imagem é possível ver momento em que o grupo faz um círculo para orar na frente da unidade de saúde pedindo pela cura dos pacientes e ministrando palavras proféticas.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário